Vibração Coletiva (18/04/2018) – A Paz é o Caminho

A Paz é o Caminho

Amados irmãos de caminhada, a tristeza invade nossos corações quando acompanhamos os noticiários de diversos países que estão em guerra. Ao realizarmos leituras nos jornais com o fim de entendermos os conflitos que vitimam milhares de pessoas em todo o mundo, temos a sensação de estarmos lendo informações de outras épocas, como se não fossem jornais atuais, mas apenas livros de história relatando acontecimentos passados de povos que viam a violência como a única forma de resolver os embates que surgiam.

Chamamos a atenção de todos para o conflito na Síria para que possamos transmitir vibrações de amor e de entendimento para todos os envolvidos.

Quando nos deparamos com conflitos, sejam eles de pequena dimensão, entre uma família, por exemplo, ou em grande proporção, como entre nações, nossa primeira reação é querer achar um culpado e escolher algum lado para tomar partido. O que não podemos esquecer é que em uma guerra todos são culpados, independente do motivo e de quem tenha iniciado qualquer conflito, no momento em que o agredido revida através da violência, os dois lados se igualam.

Vejamos o exemplo de Mohandas Karamchand Gandhi, mais conhecido como Mahatma Gandhi, do sânscrito “Mahatma”, “A Grande Alma”, que foi o idealizador e fundador do moderno estado indiano e foi um dos maiores defensores do princípio da não-agressão, forma não-violenta de protesto, como um meio de revolução. Ele provou a força de suas ideias através de muitos protestos pacíficos e uso da desobediência civil em massa pela causa indiana, gerando resultados concretos para a conquista da Independência da Índia. Quando lembramos dessa “Grande Alma” e de seus ensinamentos através dos seus grandes feitos, fica claro que a melhor forma de mudar o mundo é através da ampliação da consciência dos indivíduos e da prática do amor ao próximo.

Lembramos que os sete pecados sociais colocados por Gandhi, que acabam por destruir os seres humanos eram esses: política sem princípios, riqueza sem trabalho, prazer sem consciência, conhecimento sem caráter, comércio sem moralidade, ciência sem humanidade e culto sem sacrifício. O resultado de cometermos esses deslizes e continuarmos fechando os olhos para os sintomas apresentados de uma sociedade que está doente, tem como resultado desde conflitos com a extensão dos que estamos acompanhando em Israel, como todos os outros “distúrbios” em pequenas e grandes proporções apresentados no mundo todo.

Utilizando mais uma vez os ensinamentos de Mahatma, vibremos para que nossa humanidade enxergue que o desenvolvimento constante é lei da vida, e o homem que sempre tenta manter seus dogmas para parecer consistente se arrasta para uma falsa posição. Quem deseja um mundo melhor, deve antes de tudo começar a mudança por si mesmo. Precisamos entender de uma vez por todas que não existe um caminho para paz!

A paz é o caminho! Mandemos nossas vibrações de amor para Israel e para o coração de todos os homens encarnados na Terra, onde cada um que recebê-lo e aceitá-lo iniciem uma grande revolução interna, que resultará na tão esperada Nova Era.

Paz, luz e muito amor a todos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *