Tag doutrina espírita

176 – Pergunta (29/04/2013): Como você explica “O Consolador Prometido”, sendo estudioso da doutrina Espírita e trazendo o Universalismo Crístico. Segundo os estudiosos da Doutrina Espírita é o Espiritismo. Como poderia entender isto na sua concepção?

Roger: Esta pergunta é bem interessante porque mostra como as religiões e seus adeptos percebem as revelações espirituais de uma forma absolutista, como se todo o cenário das instruções do Alto fossem designadas exclusivamente à sua própria religião e crença. O advento do Consolador Prometido por Jesus aos seus discípulos no período após a sua suposta ressurreição diz respeito a todas as comunicações espirituais que o mundo receberia do plano espiritual quando chegasse o período de “Fim dos Tempos”, que já vivemos desde o último quarto do século vinte.

Isto independe de alguma religião específica. No entanto, o espiritismo por ser uma religião com bastante foco no fenômeno mediúnico, desponta como uma das mais importantes manifestações do “Consolador Prometido” na Terra nesse importante momento evolutivo de nossa humanidade. Mas precisamos entender que este advento das comunicações espirituais não se resume somente aos seguidores do espiritismo. Por todo o mundo vemos as mais diversas formas de intercâmbio com o plano espiritual entre pessoas que desconhecem o espiritismo ou entre aquelas que professam outras religiões. Desde os estudos de terapias passadas de Brian Weiss, adeptos de estudos teosóficos, canalizadores da grande fraternidade branca, médiuns de umbanda e espiritismo, pastores, padres, bispos que recebem a “energia” do Espírito Santo, por intermédio dos espíritos de luz, até os iogues indianos e demais manifestações espirituais pelo oriente afora, ou seja, toda a forma de captação de sabedoria do Alto corresponde a manifestação do advento do “Consolador Prometido”. Eis um autêntico fenômeno que não pertence a nenhuma religião e independe delas. Logo, fica fácil perceber que a mediunidade é o Consolador Prometido, e não o espiritismo.

O espiritismo é uma religião que está restrita atualmente apenas ao Brasil. Ele não atende a nossa humanidade de forma global. Portanto, assim como o cristianismo não resume toda a sabedoria espiritual da humanidade, mas sim faz parte dela, o espiritismo também não resume todo o intercâmbio espiritual do planeta. Seria insensatez de nossa parte acreditar que somente ele é única e exclusivamente o “advento do Consolador Prometido” por Jesus. O plano espiritual trabalha sem rótulos. As religiões, suas crenças e denominações são coisas muito pequenas para os grandes mestres da espiritualidade. Eles trabalham apenas com o conceito cristalino de agir em nome do bem e do progresso, sem se preocupar com terminologias, dogmas, crenças e sectarismos religiosos criados pelo homem. Esta é a “religião dos espíritos”. Se olharmos além de nossas crenças, veremos que a ação do Alto percorre todos os povos do planeta, de forma peculiar a cada cultura e região. O que nos impede de ver isso é que geralmente nos centramos demais em nossas próprias crenças e formas de ver o mundo, esquecendo-se que somos seres distintos, com crenças distintas.

Aonde houver um médium, canalizador, ou religioso inspirado, ou até mesmo um ateu idealista, lá estarão os emissários do Cristo inspirando esses fieis trabalhadores para que a mensagem de Luz chegue até a nossa humanidade que se encontra perigosamente distanciada dos valores crísticos. O advento do Consolador Prometido, que tem a finalidade de reavivar a mensagem do Cristo na Terra, portanto, não é o espiritismo, mas, sem dúvida, o espiritismo está inserido de forma muito importante e significativa neste processo.

Amanhã estarei partindo para São Paulo e depois seguirei para o Peru com o grupo de 60 pessoas que realizará a nossa fantástica viagem a Machu Picchu. Local onde procuraremos despertar ainda mais a nossa consciência em busca da mensagem cristalina do Cristo e daqueles que trabalham em seu nome. Mesmo assim, a nossa equipe continuará a publicar nas próximas segundas-feiras as respostas que já deixarei prontas. A seção “Roger Responde”, iniciada em dezembro de 2009, nunca para!

Roger Responde 176 – O que é “O Consolador Prometido”?

176 – Pergunta (29/04/2013): Como você explica “O Consolador Prometido”, sendo estudioso da doutrina Espírita e trazendo o Universalismo Crístico. Segundo os estudiosos da Doutrina Espírita é o Espiritismo. Como poderia entender isto na sua concepção? Roger: Esta pergunta é bem interessante porque mostra como as religiões e seus adeptos percebem as revelações espirituais de

Continue Lendo →

Roger Responde 124 – Fertilização in vitro

124 – Pergunta (30/04/2012): Boa Noite Roger! Estou iniciando um tratamento de fertilização in vitro e não havia me questionado o que fazer com embriões que possivelmente não sejam implantados,existe a possibilidade de congelamento ou doação para pesquisas, a minha duvida vem de uma reportagem que assisti em que espíritas condenam a doação para pesquisa

Continue Lendo →

Roger Responde 123 – Roger discorda de algo que ensina o Espiritismo?

123 – Pergunta (23/04/2012): Roger, acredito firmemente no Universalismo Crístico e já li todos seus livros, sou espírita, acredito firmemente em todos os ensinamentos da Doutrina Espírita e tento professar o máximo possível aquilo que tenho aprendido com ela, não é fácil para nós seres ainda tão imperfeitos. Minha dúvida é a seguinte: Você discorda

Continue Lendo →

Roger Responde 120 – Salto evolutivo

120 – Pergunta (02/04/2012): Olá Roger, atualmente muitas pessoas falam em salto evolutivo. Pela corrente Espírita isso é impossível. No entanto sabemos que o momento que o planeta passa é único e que a luz está sendo irradiada em maior quantidade a cada ano. Será possível esse salto evolutivo que alguns autores falam? Sei que

Continue Lendo →

Roger Responde 043 – O Universalismo Crístico sempre existiu. Estamos apenas codificando-o e divulgando-o.

043- Pergunta (11/10/2010): Antes de mais nada, gostaria de congratulá-lo pelas obras, que estão sendo um importante farol para a nova era na literatura espiritualista. Tanto em A História de Um Anjo quanto em Universalismo Crístico percebi que a narrativa se comporta de maneira dual: hora como uma verdadeira prévia de acontecimentos futuros (acontecimentos reais,

Continue Lendo →