Tag magos negros

278 – Pergunta (12/10/2015):  Olá, caro amigo Roger. Antes de mais nada gostaria de agradecer por todo esforço e dedicação na tarefa de difundir o Universalismo Crístico, a cada novo livro publicado um jorro de luz e esperança se faz presente em nossas vidas e suas palestras são inspiradoras. Em uma de suas palestras dissestes que a eterna luta não é entre o bem e o mal, mas sim entre conhecimento e a ignorância. Embora concorde, dragões e magos negros são espíritos milenares, detentores de um conhecimento que a humanidade encarnada sonha em conquistar e, conseguirá, em séculos ou milênios futuros. Sendo assim, por que seres com tamanha experiência evolutiva adquirida em várias moradas estelares e um vasto conhecimento espiritual e das leis divinas que regem a evolução no Cosmo se oporiam à tudo que é inevitável e inexorável, como a ascensão do espírito imortal à angelitude, amor universal incondicional e a o que é bom, puro e belo no mundo? Pensar que isso ocorre por simples orgulho, egoísmo e arrogância de seus espíritos é menosprezar sua evolução. Por que agiriam da mesma maneira que a humanidade, a qual é um exemplo de falhas morais?

Roger: A pergunta é bem interessante e creio que será melhor e mais detalhadamente respondida no próximo livro que estamos elaborando com previsão de lançamento para meados do ano que vem. Neste livro abordaremos a origem dos magos negros atlantes e seu império sobre o mundo. Fato que se estende até os dias atuais.

Pode parecer óbvio que o caminho do Bem e da evolução seja o único e mais sensato a seguir. Mesmo assim, todos sabemos disso no plano físico e quão poucos seguem este rumo... Por que será? A imensa maioria vive seduzida pelo poder, conforto e riqueza; colocando em segundo ou terceiro plano os valores da alma. E não podemos nem mesmo alegar que no plano espiritual eles sabem e tem certeza de que a vida espiritual existe e é dirigida conforme as diretrizes de Deus. E que aqui, no plano físico, muitos são ateus e não possuem fé suficiente nestas informações espirituais. Só que no próprio plano espiritual existem muitas dúvidas a respeito disso tudo. Deus não aparece em praças públicas discursando sobre como são as coisas verdadeiramente. Lá, como aqui, existem muitas teses e teorias a respeito dos destinos da Terra e da evolução. Muitos espíritos por lá não creem também em Deus e de que exista um propósito divino para a humanidade. Lá, como aqui, é um palco de evolução, e nas esferas vibratórias mais baixas reina semelhante incredulidade, e que é muito bem explorada pelos regentes das trevas, que sabem disso tudo, mas preferem não abrir mão de seus pontos de vista. Eles não são ingênuos ao ponto de desconhecerem o caminho traçado por Deus. Contudo, traçam rotas alternativas e não se preocupam com a inexorabilidade das leis de Deus. Eles sabem que possuem a eternidade para “render-se” a Deus. Enquanto isso, preferem ficar sendo “deuses” de seus próprios interesses e dominar a humanidade alienada que lhe é escrava.

Além disto, existem caminhos evolutivos que desconhecemos. A humanidade terrena ainda precisa de instrumentos de dor e sofrimento para despertar para a evolução. Estes irmãos regentes das trevas, indiretamente, algumas vezes sem saber, trabalham segundo o plano de Deus. Caso eles não existissem e não despertassem a humanidade para a reflexão através da dor, a futilidade e o desprezo ao “Sagrado” seria ainda bem maior. Basta ver como o Brasil decaiu espiritualmente nas últimas décadas, graças a elevação do padrão financeiro de seu povo. Antes, procuravam templos religiosos para dirimir suas necessidades espirituais e psicológicas, agarrando-se a Deus em momentos de dificuldade. Hoje em dia procuram os shopping centers para tentar curar, através do consumismo materialista, a depressão que o grande vazio interno lhes causa. Espíritos primários se aproximam de Deus quando a dor aperta e se afastam nas zonas de conforto. Infelizmente é assim.

Os adolescentes de hoje ressaltam essa discrepância com relação aos adolescentes do século passado. Deus e os valores espirituais a cada dia fazem menos parte do vocabulário das novas gerações. Logo, por mais incrível que isso possa parecer, a humanidade precisa da ação dos magos negros atlantes para tornar-se melhor. A regência deles na Terra ainda nos servirá de benção nos períodos que antecedem a entrada da Nova Era na Terra. Observem a decadência espiritual do povo atlante em seus últimos momentos, que relatamos nos livros Atlântida – No reino da Luz e Atlântida – No Reino das Trevas”, para entender ao que me refiro.

Quem está assistindo a novela “Os 10 mandamentos” da Record e leu os nossos livros “Moisés – O Libertador de Israel” e  “Moisés – Em busca da Terra Prometida” pode observar também como os momentos difíceis nos aproximam de Deus (caso dos hebreus) e como o conforto e a riqueza em mãos de espíritos infantis leva à decadência (caso dos egípcios). O plano de Deus é perfeito. Nada ocorre sem que haja um sentido progressista e evolutivo na obra de Deus. Inclusive as ações do mal têm este objetivo. Nós é que não as compreendemos, devido a estarmos muito distanciados da real consciência. O homem vive em um mundo de ilusão e se regozija com ela. O mal precisa ser eliminado da Terra, mas, antes disso, precisamos eliminar o seu fato gerador, que é a nossa própria imaturidade espiritual e humana.

Roger Responde 278 – Se a luta é entre o conhecimento e a ignorância, por que os magos negros, que detém o conhecimento, estão do lado negativo desta equação?

278 – Pergunta (12/10/2015):  Olá, caro amigo Roger. Antes de mais nada gostaria de agradecer por todo esforço e dedicação na tarefa de difundir o Universalismo Crístico, a cada novo livro publicado um jorro de luz e esperança se faz presente em nossas vidas e suas palestras são inspiradoras. Em uma de suas palestras dissestes

Continue Lendo →

Roger Responde 273 – Reencarnação de Magos Negros Atlantes e a possibilidade de se realizar algum fenômeno com o poder do Vril nos dias atuais.

273 – Pergunta (20/07/2015):  Oi Roger, tudo bem. Eu li recentemente o livro espírita “Dragões”, e lembro bem que a autora espiritual nos esclarece que alguns espíritos trevosos, como alguns dragões, perderam a chance de reencarnarem na Terra e aguardam apenas o momento de serem transferido para o planeta que está sendo preparado para recomeçarem.

Continue Lendo →

Roger Responde 204 – Hitler foi um herói do bem ou do mal? O holocausto da segunda guerra mundial existiu?

204 – Pergunta (11/11/2013): Roger, me sinto imensamente feliz por ter conhecido o seu trabalho através do livro “Sob o Signo de Aquário”, pretendo ler todos os outros. Sou leitora assídua dos livros espíritas, mas o seu trabalho e o Universalismo Crístico estou conhecendo agora; obrigada por nos trazer tão importantes conhecimentos. Quero se possível me

Continue Lendo →

Roger Responde 109 – Como um ex-mago negro pode ser um espírito protetor?

109 – Pergunta (16/01/2012): Sobre Ramiro, seu guia protetor nessa encarnação, você disse que ele foi Ryu na encarnação em Atlântida. Tendo sido um mago negro, responsável por tantos erros juntamente com você, as gêmeas e com Arnach, ele está hoje numa posição de “espírito protetor” e não reencarnado para dar sua contribuição para o

Continue Lendo →

Roger Responde 107 – Como iniciar as pessoas no UC?

107 – Pergunta (02/01/2012): Grande Amigo Roger, estou com uma grande dificuldade em “iniciar” outras pessoas no Universalismo Crístico. Penso que para pessoas que não têm um entendimento espiritual básico, ou seja não conhecem conceitos básicos “espíritas”, se torna muito difícil aceitar o Universalismo e seus três pilares básicos. O próprio livro remete a esses

Continue Lendo →

Roger Responde 066 – OVNIs avistados nos EUA no período pós-guerra eram experimentos de cientistas nazistas?

066 – Pergunta (21/03/2011): Roger, assisti a um documentário na TV a Cabo sob o título “OVNI´s Nazistas”. Nesse documentário é apresentada a tese de que as aparições de vários OVNI´s nos EUA após a segunda guerra mundial ocorreu devido aos americanos terem levado os cientistas nazistas para seu país (isentando-os do julgamento por seus

Continue Lendo →

← Previous Page