Category Vibração Coletiva

Felicidade

Todos
nutrimos o desejo de sermos felizes. Muitas vezes, não é simples dizer o que é
felicidade pois, para cada um, a felicidade tem um sentido, um significado.
 Isso é natural porque cada um toma como referência a sua experiência de
vida ao longo das nossas inúmeras existências.  Pensando sobre a
felicidade, construímos nosso conceito do que é ser feliz. E para você, o que é
felicidade?

Também
podemos ainda pensar sobre outro aspecto da felicidade: o que nos torna
felizes? Invariavelmente buscamos a felicidade como se fosse algo externo ao
nosso ser. Imaginamos alcançar felicidade nas conquistas de nossa sobrevivência
(moradia, relacionamentos afetivos, educação, lazer, entretenimento, condição
social etc). E a todo tempo somos bombardeados com imagens e ideias nos dizendo
como sermos felizes.  Raramente buscamos em nossos recursos internos a
fonte desse estado.

Aristóteles
nos disse que felicidade seria ausência de dor. Será que é possível sermos
felizes diante da dor? O que pensam a respeito disso? Será que a felicidade é
algo distante de nosso estágio atual? A única certeza que podemos afirmar é que
somente em raros momentos a experimentamos.

Por isso, o
tema da vibração coletiva dessa semana é justamente um convite para que façamos
um exercício em que cada um consiga identificar, relembrando seus momentos
felizes, os sentimentos que o envolvem nesse estado. Imaginamos que será uma
rica experiência.  Especialmente porque constataremos que a felicidade é
um estado interior da nossa consciência. Ela não está em algo externo ao nosso
ser e na maioria das vezes confundimos isso, especialmente quando lidamos com a
dor física, moral ou mental. Certo é que, na perfeição da vida, todos temos
gravados em nossas células este estado elevado de vibração. E essa energia
expandida promove esse sentimento chamado de felicidade. Todos poderemos
gerá-la, a cada dia, a cada momento. Abraçando a dor com essa energia,
estaremos trazendo cura, mudando o padrão vibratório dos nossos sentimentos e,
de alguma forma, cultivando  resignação, equilíbrio, suavidade, ou seja,
estágios para a felicidade e harmonia interior.

Não duvide
disso: todos merecemos a felicidade. Nascemos para a felicidade. Mas ser feliz
é uma conquista de cada um. Como diz o monge budista Thich Nhat Hanh: “A maior
benção não é aquela que cai dos céus e nos é dada, mas é a felicidade que cada
um de nós é capaz de gerar para si próprio”.

Não é algo
simples, sejamos sinceros. Exige esforço, tempo, cuidado.  Mas não
deixemos de lutar por essa conquista. Cultivemos a cada dia, a felicidade
interior. É uma grande oportunidade de aprendizagem. Não a desperdicemos!

Paz e Luz a
todos!

Vibração Coletiva (09/09/2020) – Não julgueis para não serdes julgados

Não julgueis, para não serdes julgados! Caríssimos amigos de estrada, iniciamos a nossa reflexão da semana com a seguinte passagem do Evangelho: “Não julgueis, a fim de não serdes julgados; – porquanto sereis julgados conforme houverdes julgado aos outros; empregar-se-á convosco a mesma medida de que vos tenhais servido para com os outros.” (S. Mateus

Continue Lendo →

Vibração Coletiva (26/08/2020) – Protetores espirituais

Protetores Espirituais Queridos irmãos de jornada, nesta semana vamos meditar acerca de nossos protetores espirituais, nossos anjos guardiões que sempre estão velando por nós e que poucas vezes emitimos um agradecimento em pensamento ou através de oração vinda do coração a estes irmãos abnegados, que na maioria das vezes deixam seus próprios interesses pessoais, para

Continue Lendo →

Professor prepara e entrega 7.500 almoços pra alunos durante confinamento

Um professor passou todos os dias do confinamento preparando e entregando refeições para seus alunos. No total, ele entregou 7.500 almoços e fez isso porque ficou com medo que seus alunos tivessem dificuldade de comer durante a pandemia. Zane Powles preparava 85 refeições todas as manhãs, depois que as escolas foram fechadas durante a pandemia,

Continue Lendo →

Vibração Coletiva (29/07/2020) – Chamados Divinos

Chamados Divinos: Você os percebe? Convidamos a todos nessa semana a refletir sobre chamados divinos, são muitos os chamados e oportunidades que temos diante de nossa existência terrena, mas infelizmente não os enxergamos como deveríamos. Se você está pensando que nunca ocorreu esse chamado “mágico” com você é porque ainda não percebeu o quanto você

Continue Lendo →

← Previous Page