Category Notícia da Semana

pet-shop-de-londres-2-1                Foto: Reprodução/Hypeness

 

As autoridades do Reino Unido (Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales) anunciaram a proibição em lei da venda de filhotes de cães e gatos em pet shops a partir de 2019.

Por meio de nota, o Departamento de Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais (Defra) afirmou que a lei contribuirá para o combate aos maus tratos contra animais. “Quem deseja comprar ou adotar um cão ou gato de menos de 6 meses terá que procurar um criador ou abrigo”, complementa a nota.

De acordo com pesquisas de opinião, cerca de 95% dos cidadãos britânicos são favoráveis ao veto da venda de filhotes de gatos e cães em pet shops.

Em homenagem à cadela da raça Cavalier King Charles Spaniel, a lei será denominada Lucy’s Law. A cadelinha Lucy foi resgatada de uma ‘fazenda de filhotes’ no País de Gales no ano de 2013.

A lei estipula que os pet shops só poderão negociar com abrigos que respeitem o bem estar dos animais, ou diretamente com os criadouros.

De acordo com um levantamento da organização não-governamental beneficente Britain’s People’s Dispensary for Sick Animals, a PDSA, ao menos metade dos cidadãos do Reino Unido têm em casa ao menos um animal de estimação.

Em números, a população chega a 11,1 milhões de gatos, 8,9 milhões de cachorros, 1 milhão de coelhos e outros milhares de animais de outras espécies.

 

 

Fontes: https://razoesparaacreditar.com/animais/reino-unido-proibicao-pet-shops/

https://www.hypeness.com.br/2018/12/reino-unido-anuncia-proibicao-da-venda-de-caes-e-gatos-em-pet-shops/?utm_source=facebook&utm_medium=hypeness_fb&fbclid=IwAR0YUeLpFB5bIDvwHJZvgvtSmHJFf_L6Gm4pYrMaHzCYrMSlfGH6eWQkdYc

Reino Unido anuncia proibição da venda de cães e gatos em pet shops

pet-shop-de-londres-2-1                Foto: Reprodução/Hypeness

 

As autoridades do Reino Unido (Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales) anunciaram a proibição em lei da venda de filhotes de cães e gatos em pet shops a partir de 2019.

Por meio de nota, o Departamento de Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais (Defra) afirmou que a lei contribuirá para o combate aos maus tratos contra animais. “Quem deseja comprar ou adotar um cão ou gato de menos de 6 meses terá que procurar um criador ou abrigo”, complementa a nota.

De acordo com pesquisas de opinião, cerca de 95% dos cidadãos britânicos são favoráveis ao veto da venda de filhotes de gatos e cães em pet shops.

Em homenagem à cadela da raça Cavalier King Charles Spaniel, a lei será denominada Lucy’s Law. A cadelinha Lucy foi resgatada de uma ‘fazenda de filhotes’ no País de Gales no ano de 2013.

A lei estipula que os pet shops só poderão negociar com abrigos que respeitem o bem estar dos animais, ou diretamente com os criadouros.

De acordo com um levantamento da organização não-governamental beneficente Britain’s People’s Dispensary for Sick Animals, a PDSA, ao menos metade dos cidadãos do Reino Unido têm em casa ao menos um animal de estimação.

Em números, a população chega a 11,1 milhões de gatos, 8,9 milhões de cachorros, 1 milhão de coelhos e outros milhares de animais de outras espécies.

 

 

Fontes: https://razoesparaacreditar.com/animais/reino-unido-proibicao-pet-shops/

https://www.hypeness.com.br/2018/12/reino-unido-anuncia-proibicao-da-venda-de-caes-e-gatos-em-pet-shops/?utm_source=facebook&utm_medium=hypeness_fb&fbclid=IwAR0YUeLpFB5bIDvwHJZvgvtSmHJFf_L6Gm4pYrMaHzCYrMSlfGH6eWQkdYc

Esposa doa rim para ex-marido doze anos após separação

designproposal-37-768x378

Mais de uma década após se separarem, a paranaense Beth Caperclaro doou um de seus rins para o ex-marido, Claus Ziegelmaier. “Como éramos esposo e esposa, agora somos irmãos de sangue”, diz o transplantado.

A operação foi realizada em Londrina, no dia 30 de novembro. Após se recuperar da cirurgia, Claus deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e agora aguarda alta no quarto do hospital. Ele só tem a agradecer pela boa ação de sua ex-mulher.

“No começou eu levei até um baque quando minha esposa falou, porque é um gesto de amor. Não de quem menos espera, mas nós tivemos uma vida juntos e fomos separados pelo destino, e o destino nos uniu de novo”, disse.

Eles ficaram juntos por 17 anos, somados o namoro, noivado e casamento, e decidiram se separar de maneira pacífica e conversada – sem filhos e sem rancor.

Claus então casou-se novamente; pouco tempo depois, descobriu uma doença que lhe causou a perda da função dos rins. Desde então, passava por sessões de hemodiálise três vezes por semana, quatro horas por dia, numa rotina que já durava quatro anos. Seu médico lhe indicou um transplante de rim, e logo, ele e sua família começou a procurar por possíveis doadores.

Na procura, a atual esposa de Claus, Amanda Ziegelmaier, encontrou Beth caminhando na rua. Ambas já se conheciam pessoalmente e conversaram.

“Foi um dia que eu estava muito mal e conversei com ela. Ela queria saber como o Claus estava e, neste dia, ela falou que queria pelo menos tentar fazer o exame para ver se podia ajudar ele de alguma forma”, disse Amanda.

Beth fez um exame de compatibilidade e descobriu que poderia fazer a doação. Não pensou duas vezes e com coragem, decidiu se submeter à cirurgia, aceitando ser doadora em nome das boas vivências que teve com o ex-marido.

“Por gratidão, sabe? Dezessete anos junto com uma pessoa que nunca fez isso aqui de mal [fazendo um gesto com as mãos]. Então eu acho que eu devia isso a ele como agradecimento da pessoa que ele foi para mim no passado”, relatou.

Após o transplante, Beth brincou que agora ela ganhou uma nova família e seu ex-marido, uma nova vida.

“Agora ele virou meu irmão, filho do meu pai filho do meu pai e da minha mãe, deixou de ser genro para ser irmão agora”, disse aos risos.

Amanda, atual esposa de Claus, se disse muito agradecida pelo gesto de Beth.

“Não existem palavras para agradecer o que ela fez. Ainda não inventaram essa palavra. É uma gratidão que a gente vai levar pro resto das nossas vidas”, concluiu.

 

Fontes: http://razoesparaacreditar.com/amor/esposa-doa-rim-marido/

https://g1.globo.com/pr/norte-noroeste/noticia/2018/12/07/doze-anos-apos-separacao-mulher-doa-rim-para-ex-marido-agora-somos-irmaos-de-sangue-diz-transplantado.ghtml

Cientistas criam vírus modificado que mata células do câncer

cancer_virussFoto: Reprodução Daily Mail

 

Esperança contra o câncer. Cientistas da Universidade de Oxford desenvolveram um vírus modificado geneticamente que pode matar células cancerígenas.

O vírus ataca tanto os tumores quanto as células saudáveis, conhecidas como fibroblastos, que foram “enganadas” para proteger o câncer do sistema imunológico.

Os pesquisadores disseram que é a primeira vez que os fibroblastos associados ao câncer em tumores sólidos são especificamente direcionados dessa forma.

‘Mesmo quando a maioria das células cancerosas em um carcinoma é morta, os fibroblastos podem proteger as células cancerosas residuais e ajudá-las a se recuperarem e voltarem a crescer, disse o Dr. Kerry Fisher, do departamento de oncologia da Universidade de Oxford, que liderou a pesquisa.

“Até agora, não havia como matar as células cancerígenas e os fibroblastos, sem prejudicar o resto do corpo.

“Nossa nova técnica para atacar simultaneamente os fibroblastos enquanto matam as células cancerosas com o vírus pode ser um passo importante para reduzir a supressão do sistema imunológico nos carcinomas e deve dar início ao processo imunológico normal.”

O Vírus

O vírus, chamado enadenotucirev, já é usado em ensaios clínicos para o tratamento de cânceres que começam no pâncreas, cólon, pulmão, mama, ovário ou próstata.

Os cientistas anexaram ao vírus uma proteína chamada de um agente biológico de células T.

Uma extremidade da proteína foi direcionada para se ligar a fibroblastos, enquanto a outra extremidade especificamente aderiu a células T – um tipo de célula imune que é responsável por matar células defeituosas.

As duas juntas desencadearam as células T para matar os fibroblastos que estão ligados aos tumores.

Imunoterapia

“A imunoterapia está emergindo como uma nova e estimulante abordagem para o tratamento de cânceres. Esse inovador sistema de entrega viral, direcionado ao câncer e tecido protetor circundante, poderia melhorar os resultados para pacientes cujos cânceres são resistentes aos tratamentos atuais”.

Palavras do Dr. Nathan Richardson, chefe de medicina molecular e celular do Conselho de Pesquisa Médica (MRC), que faz parte do financiamento do estudo.

A equipe testou a terapia em camundongos e em amostras frescas de câncer humano coletadas de pacientes.

Eles também testaram o vírus em amostras de medula óssea humana saudável e descobriram que não causavam toxicidade.

Se mais testes de segurança forem bem-sucedidos, o tratamento poderá ser testado em pacientes com câncer no ano que vem.

Os resultados foram publicados na revista Cancer Research.

 

 

Fontes:  http://www.sonoticiaboa.com.br/2018/11/19/cientistas-criam-virus-modificado-mata-celulas-cancer/

https://www.dailymail.co.uk/health/article-6405481/British-scientists-develop-genetically-modified-virus-kills-cancer-cells.html

Menino de 13 anos cria tratamento para câncer de pâncreas: I.A.

menino-premio-cancer-closeRishab Jain – Foto: CBS Interactive Inc

 

Um menino de 13 anos de Oregon, criou um tratamento de Inteligência Artificial – A.I. – para o câncer de pâncreas e venceu o Desafio Jovem Cientista, uma premiação dos EUA para estudantes do ensino médio.

Rishab Jain criou um algoritmo para localizar e rastrear o pâncreas em tempo real e assim, melhorar o tratamento da doença.

O algoritmo de Rishab melhora a precisão e aumenta o impacto do tratamento com radiação, de acordo com os organizadores da competição.

Um dos principais desafios no tratamento com radiação é localizar o próprio pâncreas, que é muitas vezes obscurecido pelo estômago ou outros órgãos, resultando em células saudáveis atingidas.

O estudante da sétima série disse que começou o projeto no ano passado, quando descobriu que o câncer de pâncreas, a terceira principal causa de mortes por câncer, é devastador e cresce rapidamente.

“Ao mesmo tempo, eu também estava fazendo programação de inteligência artificial, então me perguntei se poderia combinar meu conhecimento em ambas as áreas”, disse Jain.

Ele foi um dos 10 finalistas. Disputou o primeiro lugar e um prêmio de $ 25.000.

Jain derrotou um aluno da oitava série do Sugar Land, Texas, que projetou um sistema de descarga de banheiro que usa água fresca e reciclada para conservar o consumo de água. Também ganhou de um menino da Califórnia que inventou um aplicativo que melhora a precisão de um arqueiro.

Os nove finalistas receberam US $ 1.000 cada e prêmios da Discovery Education e da 3M, patrocinadores do concurso.

A competição anual recompensa o pensamento científico e a imaginação na criação de soluções para problemas cotidianos que podem remodelar vidas.

O concurso envolve alunos da quinta à oitava série.

As crianças são acompanhadas por mentores que ajudam a transformar suas fantasias científicas em idéias práticas.

 

 

Links: http://www.sonoticiaboa.com.br/2018/10/18/menino-de-13-anos-cria-tratamento-para-cancer-de-pancreas-i/

https://www.insideedition.com/headlines/22791-boy-12-wins-awards-for-cancer-research-science-project

Brasileira cria canudo de inhame, biodegradável e comestível

estudante_canudoFoto: Reprodução EPTV

 

A estudante Maria Pennachin, de apenas 16 anos, criou um canudo biodegradável à base de inhame.

Ela desenvolveu o produto no laboratório da escola em que estuda, o Colégio Estadual Culto à Ciência, em Campinas, São Paulo.

O biocanudo pode ser descartado na natureza sem causar prejuízos para a fauna e flora, é maleável e comestível.

A proposta deu tão certo que a aluna vai apresentá-la em uma feira internacional em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, em setembro de 2019.

Ela conta que o projeto partiu da recente discussão sobre o descarte de canudos de plástico na natureza e a proibição de sua circulação.

Maria diz que observava o inhame na culinária quando teve a ideia de aplicá-lo na área do bioplástico.

“Eu já era uma consumidora e só de observar na cozinha a ‘baba’ que ele solta, achei interessante. Quando comecei a trabalhar com bioplástico, [pensei em] acrescentá-lo, por ser pouco explorado nessa área”, disse ao G1.

“Me despertou muito [o interesse] quando começou a aparecer essa problemática. Quando vem uma proibição, precisa de uma alternativa. Então eu mesma quis ir atrás dela”, relata Maria.

Melhorias

O biocanudo não tem gosto de inhame, nem de nenhum outro ingrediente que vai na sua “massa”.

Além disso, ele não dissolve no líquido.

Mesmo assim, Maria, que frequenta o 2º ano do Ensino Médio, tem outras ideias para melhorar seu produto.

“Quero investigar e ir mais além na firmeza: fazer uma linha vegana, porque a gelatina [um dos ingredientes na composição] não atenderia esse público, e fazer uma coisa mais interessante para o público infantil”, diz a aluna.

Como

Para chegar na atual fórmula, Maria realizou uma série de testes e contou com a orientação de duas professoras: Aloísa Morreto e Cláudia Caniati.

Segundo a professora Aloísa, as disciplinas na escola que trabalham desenvolvimento de projetos são focadas no meio ambiente. “Esse ano, o tema sugerido foi a questão dos resíduos sólidos”, diz.

A aluna conta que, na fase de testes, usou diferentes ingredientes e, analisando os resultados, foi regulando a receita.

“Além do inhame, usei outros ingredientes nos testes. Inclusive coloquei vinagre. Nos que eu coloquei menos, teve o aparecimento do fungo. Fui regulando o tanto que precisava de cada ingrediente e obtive a massa final”, explica.

A primeira conquista do projeto foi o 1º lugar na edição deste ano da Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia (Fenecit), na categoria meio ambiente. O ouro garantiu a Maria o credenciamento para representar o Brasil na feira dos Emirados Árabes.

“Nós estamos buscando patrocínio de quem possa colaborar e investir no projeto”, finaliza a professora Cláudia.

 

 

Links: http://www.sonoticiaboa.com.br/2018/10/03/brasileira-cria-canudo-de-inhame-biodegradavel-e-comestivel/

https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2018/10/02/adolescente-de-campinas-cria-canudo-biodegradavel-comestivel-e-maleavel-a-base-de-inhame.ghtml

Igreja organiza “abraços de mãe” para homossexuais rejeitados pela família

abracos_gay1Jen dá abraços grátis Foto: Reprodução Instagram

 

Uma Igreja resolveu quebrar o tabu e distribuir abraços para gays que se sentem rejeitados pela família. Um exemplo de amor ao próximo.

A congregação Austin New Church e a escritora cristã e autora de best-seller, Jen Hatmaker, ofereceram ‘abraços de mãe grátis’ na semana Austin Pride, a semana do orgulho LGBT, em Austin, cidade do Texas, nos EUA.

A idéia dos “abraços de mãe” veio originalmente da autora de Oklahoma, Sara Cunningham, uma mulher religiosa que vive em uma cidade conservadora e lutou para lidar com a sexualidade de seu filho.

“Eu tive que escolher entre meu filho e minha fé”, conta. Mas sua perspectiva mudou depois de uma conversa com seu filho.

“Mamãe, eu conheci alguém e preciso que você fique bem com isso”, pediu o filho a ela.

História

Levou tempo, educação e grupos no Facebook, mas Cunningham e seu marido apareceram e começaram a participar de eventos do Orgulho Gay.

Através da sua própria transformação, ela percebeu que muitas crianças ainda sofriam com a rejeição familiar. Assim, em 2015, fez um post no Facebook como voluntária para pessoas LGBT que haviam sido evitadas por seus pais por serem gays.

O post de Cunningham se tornou viral e gerou a organização oficial do Free Mom Hugs, ‘abraços de mãe grátis’.

Eles participam de vários eventos, oferecendo abraços, suporte e recursos para a comunidade LGBTQ +.

O Free Mom Hugs também oferece palestrantes para várias funções e eventos.

”O grupo passou a inspirar outras pessoas, como Hatmaker e seu marido, 0 pastor Brandon, a abrir seus braços para a comunidade local LGBTQ.

Em sua página no Instagram, Hatmaker postou fotos comoventes da Austin Pride Week, com a legenda: “Minha querida igreja foi ao centro da #AustinPrideParade e distribuiu abraços. E quando eu digo abraços, quero dizer o tipo que uma mãe dá a seu filho amado.

Veja algumas respostas emocionais que eles receberam dos participantes:
“Eu sinto falta disso.”
“Minha mãe não me ama mais.”
“Meu pai não fala comigo há três anos.”
“Por favor, apenas mais um abraço.”

Esta não é a primeira vez que Hatmaker e seu marido mostraram seu apoio à comunidade LGBTQ.

Em 2016, ela recebeu reações negativas por sua entrevista com o Religion News Service, onde ela disse acreditar que os casamentos LGBTQ poderiam ser sagrados e criticou o presidente Donald Trump por ser racista.

Ela continua a mostrar aos críticos que não se importa e usou o desfile para espalhar o amor.

“Nós dissemos a eles repetidas vezes que eles eram amado, necessários e preciosos. E é pra isso que estamos aqui.”

 

 

Links: http://www.sonoticiaboa.com.br/2018/08/28/igreja-organiza-abracos-de-mae-para-gays-rejeitados-pela-familia/

https://www.boredpanda.com/free-mom-hugs-lgbtq-pride-austin-new-church-texas-jen-hatmaker/?_t=1&_f=featured&utm_source=sonoticiaboam&utm_medium=referral&utm_campaign=organic

Voluntários cuidam de idosos que vivem tristes, na solidão

idosos_tristesFoto: Eskaton

 

Voluntários estão ajudando idosos que vivem tristes, sozinhos em sua casas em Sacramento, na Califórnia, EUA.

Eles ligam todo dia, de segunda a segunda, para saber como os idosos estão de saúde e para conversar um pouco com eles.

Os voluntários fazem parte da Eskaton, uma ONG que há 50 anos cuida de idosos e há mais de 20 anos telefona para vovôs e vovós que vivem trancados em casa.

Nessas mais de duas décadas, a ONG já fez mais de 1,6 milhão de ligações pelo Telephone Reassurance program- Em tradução livre, Programa de Garantia por Telefone.

O programa tem voluntários treinados, com verificação de antecedentes e eles fazem ligações sete dias por semana, 365 dias por ano.

A solidão faz adoecer

O motivo é simples: as pessoas mais velhas que vivem sozinhas têm mais probabilidade de desenvolver demência do que aquelas conectadas socialmente.

A solidão produz efeitos físicos que estão entre os mais problemáticos na medicina moderna, diz Linda Whiteside, gerente do programa.

“As conexões sociais formadas entre os voluntários e os participantes do Telephone Reassurance ajudam muito a reduzir os riscos à saúde e trazem tranquilidade aos idosos e seus familiares”.

Ben, um veterano que se beneficia com o programa, disse:

“Estou muito grato por alguém estar me ligando todos os dias e verificando como estou. Me põe pra cima para saber que alguém se importa ”.

 

 

Links: http://www.sonoticiaboa.com.br/2018/08/28/voluntarios-cuidam-de-idosos-que-vivem-tristes-na-solidao/

https://www.goodnewsnetwork.org/1-million-calls-to-seniors/

Menina de 3 anos tem QI superior ao de Einstein: gênio

menina-QI-closeOphelia Morgan-Dew’s – Foto: SWNS.com

 

O mais novo gênio do mundo é uma menina de apenas 3 anos: a inglesa Ophelia Morgan-Dew.

Moradora da cidade de Herefordshire, no oeste do país, a menina fez testes de QI e atingiu a impressionante nota 171, onze pontos acima de gênios como Albert Einstein e Stephen Hawking, que marcaram 160 pontos.

Foi a mãe de Ophelia, Natalie Morgan quem percebeu o talento da filha.

Ela falou sua primeira palavra aos oito meses e rapidamente aprendeu números, cores e o alfabeto, informou o Mirror.

A descoberta

Depois de perceber que sua filha era brilhante, a mãe de Ophelia levou a criança para especialistas, que confirmaram a potencialidade intelectual da menina.

A pontuação de QI de Ophelia também é maior que a de Arnav Sharma, de 11 anos – 162 pontos – e Rahul Doshi, de 12 anos – de 162 pontos – que já foram aclamados como os garotos mais inteligentes da Grã-Bretanha.

Além dos gênios consagrados, a pontuação da menina supera também de outros 162 jovens anteriormente classificados como gênios, mesmo com idade média que varia entre 11 e 12 anos.

Raridade

Seu desempenho a fez se tornar o mais jovem membro da IQ Mensa, uma espécie de associação que reúne os maiores QIs do planeta.

De acordo com a instituição, o cérebro de Ophelia faz parte de um seleto grupo dos 0,03% da população que possui os mais altos níveis de inteligência.

Segundo a mãe, proprietária de uma academia de ginástica, a mente brilhante da jovem pouco tem a ver com qualquer coisa que tenha feito.

“Eu não a forço a nada. Ela gosta de Lego e de jogar futebol. É muito parecida com qualquer outra criança de três anos”.

“Muitas pessoas, inclusive eu, evitam celebrar a conquista intelectual de seus filhos. Parece haver um estigma em torno disso. Mas então eu pensei que não é diferente para os pais celebrarem uma medalha em um evento esportivo, então ela merece elogios por ser tão inteligente”, afirmou a mãe.

Ophelia frequenta o Abacus 2000 Nursery School em Ross-on-Wye, três dias por semana.

 

 

Links: http://www.sonoticiaboa.com.br/2018/08/16/menina-de-3-anos-tem-qi-superior-einstein-genio/

https://www.thesun.co.uk/news/6973878/britain-brainiest-kid-revealed/

https://www.mirror.co.uk/news/uk-news/britains-brainiest-child-iq-higher-13050260

Marte tem água: um lago gigantesco poderia abrigar vida

marte_lagoFoto: ESA

 

Uma das mais importantes descobertas sobre Marte foi divulgada pela Agência Espacial Italiana nesta quarta-feira, 25. Os pesquisadores detectaram a presença de uma quantidade abundante de água líquida.

Na região de Marte conhecida como Planum Australe, os cientistas localizaram uma reserva de água com 20 quilômetros de extensão, localizada a 1,5 quilômetro da superfície.

Ainda não foi possível verificar a profundidade do lago.

Como

A descoberta foi possível graças ao radar MARSIS, que está a bordo da sonda Mars Express — lançada em 2003 pela Agência Espacial Europa (ESA) e pela Agência Espacial Italiana.

O instrumento é capaz de enviar ondas eletromagnéticas para abaixo da superfície marciana, recebendo informações sobre a densidade de determinada região.

Foi então que os cientistas notaram que os pulsos eram semelhantes aos que existem nas porções de água que ficam abaixo das camadas de gelo da Antártida ou da Groenlândia, aqui na Terra.

A característica do local seria semelhante a lagos de subglaciais que existem na Terra, o que dá esperanças aos cientistas para investigar a possibilidade da existência de vida por lá.

Até então, os astrônmos nunca encontraram um habitat semelhante em Marte. De acordo com especialistas, esse seria o primeiro local onde poderiam sobreviver microrganismos, como os que existem na Terra.

Agora, os pesquisadores dedicarão seu trabalho a conhecer as características do lago e investigar se essa ocorrência é única ou há outras porções de água líquida ao longo do subsolo marciano.

Em relação à possibilidade da formação de vida extraterrestre, os especialistas afirmam que é necessário realizar análises mais cuidadosas da região.

Inicialmente, sabe-se que há uma composição química especial para a água manter-se líquida, como a concentração de elementos como magnésio, cálcio e sódio.

Vida em Marte

Há cerca de 4 bilhões de anos, Marte tinha um campo magnético forte, como o da Terra, que o protegia da radiação emitida pelo Sol. Além disso, acredita-se que água corria livremente por Marte.

Estas duas condições já são um passo gigantesco para que um planeta seja habitável.

Gradualmente, a atmosfera de Marte foi sendo afetada por fortes e agressivos ventos solares, não suportados pelo campo magnético que protegia o planeta.

O resultado do processo, que durou bilhões de anos, tornou o planeta um deserto gelado e inabitável.

Com a descoberta, no entanto, a perspectiva dos cientistas pode mudar em relação à disponibilidade de elementos que possam abrigar possíveis formas de vida.

 

Fontes: http://www.sonoticiaboa.com.br/2018/07/25/marte-tem-agua-um-lago-gigantesco-poderia-abrigar-vida/

https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2018/07/cientistas-encontram-lago-gigantesco-em-marte-que-poderia-abrigar-vida.html

Honestidade de ambulante do Senegal no Rio comove web

senegales-devolve-closeFoto: reprodução / Facebook

 

Em apenas dois dias, o post da história do senegalês – que trabalha como ambulante no Rio de Janeiro – foi curtido mais de 354 mil vezes e compartilhado por 70 mil pessoas no Facebook.

O ambulante Moussa, de 30 anos, foi vender óculos de sol para a auxiliar administrativa Juliana Figueiredo, de 27, na praia da Barra. Ela comprou, mas houve um erro de digitação na maquininha de cartão. Em vez de cobrar 35 reais, foi debitado o valor de 350 reais.

Juliana não percebeu: “Usei o cartão e na claridade, nem vi valor… como tento salvar o mundo, nunca peço a 2°via do comprovante! Ele se foi e eu continuei a beber minha cerveja”, contou em seu perfil no Facebook.

De repente, o Senegalês volta correndo, apavorado, tentando falar algo que Juliana não entendia.

“Se passaram alguns minutos e lá vem ele. Desesperado! Dizendo que “vender óculos 350,00”. Eu ri sem entender, e ele insistindo, nervoso… “. Ela só compreendeu o que havia acontecido quando entrou no app do Banco e viu o débito de 350 reais.

“Quase infartei. Ele usa a máquina da pagseguro que só deposita o valor no dia seguinte. Ele chamou outro colega que falava português melhor, e me explicou o que fazer… pediu desculpa, jurou que não foi por maldade… gente, se ele não volta eu nem ia saber!”, escreveu.

Acabou dando tudo certo. O valor foi estornado: “Falei pra ele cobrar 50 e me devolver 300. Assim ele fez”.

Recompensa

“É bom a gente poder ajudar, além de ser ajudada. Ele me fez um favor e agora quero ajudá-lo”, disse Juliana em entrevista ao SóNotíciaBoa.

Agradecida, primeiro ela decidiu dar uma pequena recompensa a Moussa por seu ato de honestidade. Na verdade, o presente foi para o filho dele.

“A foto do zap dele é um menino, perguntei se era filho dele, ele disse que sim. Comprei um carrinho de 20,00 e levei pra ele. O sorriso que ele deu, mudou meu dia. Ele ficou mais feliz por eu ter levado o carrinho, do que ter dado um dinheiro a mais”.

“Eu não tenho palavras pra agradecer a honestidade dele, que mesmo na sua dificuldade, preferiu fazer o certo… ainda existem pessoas boas. Ainda existe esperança. Ainda há fé num mundo melhor.
Espero que atitudes como essas, se multipliquem!”, escreveu Juliana no Facebook.

Emprego

Depois da recompensa, a jovem decidiu pedir ajuda para o senegalês, que está desempregado.

“GENTE, ELE E O AMIGO PRECISAM MUITO DE EMPREGO. SE ALGUÉM SOUBER DE ALGO, POR FAVOR, ENTRE EM CONTATO! A FAMÍLIA DELE AINDA ESTÁ EM SENEGAL.. ELE É SOZINHO AQUI E SÓ QUER UMA OPORTUNIDADE!.”, finalizou Juliana.

 

Link original da notícia: http://www.sonoticiaboa.com.br/2018/07/04/ambulante-senegal-devolve-valor-cobrado-mais-rio/

← Previous Page