Vibração Coletiva (14/09/2016) – Conhece-te a Ti Mesmo

Conhece-te a Ti Mesmo

Convidamos os nossos irmãos nesta semana, para refletirmos sobre o quanto que nós nos conhecemos realmente.

Na maioria do tempo agimos de forma mascarada em nossas ações diárias e de forma em que mais agradamos a sociedade alienada. Mais e mais damos atenção para o lado doente e decadente de nossa sociedade.

Esquecemos que o que vivemos no maya da existência física é uma ilusão; jogos de poder, guerras, fome, doenças… Tudo isso advém de nós mesmos, do nosso apego desmedido para que as coisas que já conhecemos continuem iguais.

A Nova Era já está em trânsito e nos pede veementes modificações internas urgentes. Temos realmente aproveitado o nosso tempo para corrigirmos os nossos defeitos e pontos de vistas equivocados diante das distorções da realidade que nos cerca? Ainda estamos preocupados com as fofocas dos famosos e da vida de nosso próximo? O que isso vai nos acrescentar para melhor em nossas vidas? Agredir e insultar o nosso irmão que não possui as mesmas opiniões que a nossa em relação à política ou time de futebol é mais importante do que lembrar que quando voltamos para a pátria espiritual esta questão se torna irrelevante e o que realmente importa é o quanto deixamos de amar o nosso próximo, o nosso planeta e que demos mais importância ao nosso ego e aos nossos apegos infantis?

Vamos realmente pensar nisto meus irmãos, a reforma íntima precisa ser feita urgentemente por nós. Nesta Nova Era em que entramos procurar culpados pelos nossos erros, defeitos e equívocos não vai colar mais. Nossa estrutura em sociedade está desmoronando para que as modificações internas sejam feitas e sentidas. Todo o nosso sistema social está falido, devemos encontrar outros meios e caminhos novos voltados para a real fraternidade, a real união e amor entre os irmãos.

A roda da existência, a roda da Vida não para, está sempre em movimento e o momento é de mudanças em todos os sentidos, seja na alimentação, na maneira de viver, em nossos hábitos, em nossas viciações mentais e na forma como agimos.

Todo o lixo que foi jogado em baixo do tapete está vindo á luz para que nos prontifiquemos de limpá-los. E o que temos feito a respeito? Discutir e apontar os culpados? Será que a culpa não é nossa em partes, pois em determinado momento também jogamos nosso lixo lá?

“Conhece-te a Ti Mesmo” como nos alertou nosso amado Mestre Jesus, e que sejamos sinceros conosco e com a nossa consciência, pois se não possuímos a paz interna é porque necessitamos modificar algo em nossas vidas e em nossas atitudes diárias. Reflitamos.

Paz e Luz a Todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *