Arquivos de Categoria: Vibração Coletiva

Vibração Coletiva (15/11/2023) – Nosso papel com o meio ambiente

Nosso papel com o meio ambiente

Queridos irmãos, nesta semana vamos meditar sobre o nosso papel em relação à natureza e ao meio ambiente em que vivemos e ao que fazemos para ajudar nesse processo.

Vivemos em um planeta em que cem por cento da população vive comunitariamente numa oportunidade concedida pelo Espírito Criador de habitar Gaia, a alma do planeta. Ele nos concedeu, e nos concede o tempo todo, a oportunidade de vivermos em seu corpo astral, o planeta Terra, para a nossa ascensão e transformações pessoais. Nisso Ele abre e nos permite usufruir de suas riquezas naturais e abundantes para a nossa sobrevivência enquanto estivermos de passagem por esta escola terrena. Na grande maioria das vezes somos ingratos ao que recebemos por causa de nosso egoísmo, da nossa ganância e do nosso descaso à vida e aos nossos semelhantes.

Não podemos afirmar que desconhecemos as leis ambientais, que o lixo deve ser descartado de forma correta e que devemos respeitar toda e quaisquer forma de vida no planeta etc. Não podemos eternamente ficar culpando o governo e as administrações de nossas cidades pela nossa falta de educação e pelo que acontece de ruim a nossa volta. Nós aprendemos através do exemplo que nos é dado. Nossas crianças estão o tempo todo ligadas naquilo que constantemente estamos transmitindo, seja no verbal ou no não verbal. Se desde pequenas ensinarmos e dermos o nosso exemplo para que elas saibam que a natureza e o meio em que vivemos são uma extensão de nossas casas e que se devem manter limpas e organizadas, no futuro quando estiverem caminhando com suas vidas, serão o exemplo para os seus filhos, netos e assim  por diante com aqueles espíritos que virão posteriormente.

Se somos corretos e procuramos fazer aquilo de que nos compete em sociedade, mas percebemos que o nosso irmão não faz, porque não temos poder sobre seus atos e ações, lembremos que a cada um é dado segundo as suas obras, lei de ação e reação, e não nos esqueçamos também que cada um está dentro de seu grau de entendimento e evolução de alma. É nosso dever preservar e zelar por tudo aquilo que nos foi emprestado pelo Criador gratuitamente para a nossa sobrevivência.

O que estamos fazendo para ajudar na preservação do nosso Meio Ambiente? Que atitudes temos tomado neste sentido verdadeiramente? E lembremos que a vida no planeta Terra depende unicamente de nossas ações.

“Tudo o que existe e vive, precisa ser cuidado para continuar a existir e a viver: uma planta, um animal, uma criança, um idoso, o Planeta Terra.” Leonardo Boff

Paz e Luz a Todos!

Vibração Coletiva (08/11/2023) – Somos todos UM

Somos Todos UM

Todos os homens foram divinamente criados, igualmente, simples e ignorantes. Todos partiram do mesmo princípio, e todos rumam para o mesmo ponto de chegada. Somos perfectíveis, e possuímos igual aptidão para tudo adquirirmos e tudo conhecermos. Dispomos do livre arbítrio, o que nos torna diferentes, já que temos o poder da escolha e da mudança dos nossos caminhos. Dessa forma, cada um de nós ruma por trilhas diferentes e encontra-se em níveis distintos de elevação moral e intelectual. Porém, naturalmente, um dia nos encontraremos, já compreendendo a filosofia divina, com o amor preenchendo nossas almas, e assim seremos um, unidos ao nosso Pai de infinita bondade.

Convidamos nossos amados irmãos para que nessa semana concentrem seus pensamentos e energias salutares em direção a união fraternal de toda a humanidade, visando o despertar da consciência de cada ser humano, para que ampliem suas visões e compreendam que cada um de nós fazemos parte de uma única família universal. Que a visão embaçada promovida pela ignorância e o preconceito possa ser corrigida com as lentes da sabedoria e da compreensão, para que todos enxerguem que o único caminho é o do bem, o do amor e o do respeito integrais a cada ser.

Quando compreendermos verdadeiramente a máxima “Amar ao próximo como a nós mesmos”, sentiremos vibrar em nosso íntimo a força unificadora provinda de nosso Pai Maior. Para exercitarmos essa máxima, precisaremos vivenciar diariamente o desprendimento de nossos preconceitos, aceitando, respeitando e compreendendo as diferenças daqueles que nos cercam, englobando e realizando o que significa o elevado conceito de alteridade.

No lugar de tentarmos mudar as pessoas, e não aceitar seu modo de pensar e suas atitudes, procure entender seus motivos e limitações, e aceite-a como ela é. Inverta seu pensamento, veja que você não possui capacidade para mudar o outro, mas que ao contrário, você possui plena capacidade de mudar a sua forma de pensar, de agir e de sentir. Este é o segredo da harmonia do bem conviver.

Não podemos jamais mudar alguém, para que se torne quem queríamos que esse alguém fosse, porém, podemos auxiliá-lo em seu despertar, colocando-nos na posição de “educadores”, tendo a visão de que sempre podemos passar ensinamentos as outras pessoas. Todos nós temos a responsabilidade de auxiliarmos os irmãos que nos cercam, estendendo caridosamente nossas mãos, e a primeira e melhor forma de ajudar é dando nosso exemplo, através das nossas atitudes e palavras. Entretanto, devemos ter sempre a humildade em saber que assim como podemos ensinar, também estamos sempre na posição de alunos, aprendendo lições de crescimento e amadurecimento, provindas de quaisquer pessoas.

Tenhamos a certeza de que quando o ser humano compreender a força que há na união, perceberá que mesmo entre tantas diferenças somos todos iguais, aprenderá a respeitar e conviver com as diversidades, para assim construirmos um mundo de amor, estaremos aí rumando no caminho reto, no caminho que nos leva ao nosso Pai. Encontraremos a felicidade na Terra quando o homem perceber que o auxílio recíproco é o recurso de que precisamos para conquistarmos o equilíbrio entre todos. Enquanto existir discriminações, segregações, intolerâncias, ganância pelo poder e tantas discrepâncias sociais, ainda teremos dor e sofrimento, até o dia do inevitável despertar.

Acredite sempre no poder dos pequenos gestos de bondade e de amor, pois por mais insignificantes que possam parecer, são como notas musicais da grande sinfonia da vida vibrando no universo.

Assuma parte dessa grande orquestra do amor universal contribuindo como puder, pois juntos somos mais fortes, somos um!

Paz e Luz a todos!

Vibração Coletiva (01/11/2023) – Luz aos que partiram

Convidamos a todos nessa semana a unir o pensamento em prol de todos os nossos irmãos que já não se encontram mais nesse plano, para juntos gerarmos muita luz para que consigam seguir a sua caminhada. Os dias que antecedem e os que seguem após o feriado de 02 de Novembro, dia dos Finados, fazem com que todos os seres encarnados comecem a focar o pensamento nos seus entes queridos que já partiram para o plano espiritual. Acontece que alguns de nossos entes já estão preparados para receber essa carga energética – que atua através de nosso pensamento e de nossas emoções – mas, infelizmente, a maior parte ainda não está, e é aí que entra o grande problema de não termos o entendimento da vida maior, quando passamos por datas como essa.

Quem já tem entendimento é necessário colocá-lo em prática e se libertar de antigos rituais mecânicos; para quem não tem seria muito bom buscá-lo, caso o contrário, para as duas ocasiões, ao invés de auxiliar nossos irmãos que tanto amamos, apenas iremos perturbá-los e atrasá-los em seus caminhos para evolução.

Sabemos que todos nós temos o livre arbítrio e que após nossa partida continuamos realizando as escolhas que dão rumo à nossa caminhada. Se tivermos merecimento, após deixarmos a matéria, seremos auxiliados pelos espíritos amigos, que nos darão a livre escolha de acompanhá-los ou de permanecermos onde estamos. Alguns seguem com os espíritos amigos, são tratados e permanecem em colônias estudando, trabalhando, até que recebam novamente a oportunidade de reencarnar na Terra, onde terão nova oportunidade de sanar débitos do passado, tendências inferiores, ou dependendo de seu adiantamento, recebem a autorização de ter uma nova experiência em algum plano superior. Muitos outros, infelizmente, não aceitam o auxílio de espíritos amigos, não entendem o que aconteceu, não acreditam que há vida após a morte e ficam vagando pela Terra sentindo as dores e necessidades de quando encarnados, vivenciando o momento de sua partida, como se fosse somente um acidente e ainda estivessem lutando pela vida. Nesses casos, se conseguem encontrar seus parentes e amigos não entendem qual o motivo de eles não conseguirem lhe enxergar e nem lhe  ouvir, permanecendo nessa situação por tempo indeterminado.

Já para quem possui uma vida completamente desregrada, pratica o mal aos seus semelhantes e se encontra totalmente distante das leis de Cristo, faz mal uso de seu livre arbítrio, fazendo com que colha automaticamente a sua passagem direta para planos muito inferiores, onde momentaneamente o fazem perder a razão e somente o mal predomina.

Para qualquer um desses casos, a única forma de podermos auxiliar é mandando boas energias, focando nosso pensamento em todos os momentos bons que passamos nessa existência com os seres amados, pedindo ao Pai e aos espíritos de luz, que os ajudem, que lhes ofereçam uma nova oportunidade. Dependendo do caso, por nossa interferência, os desencarnados recebem um novo auxílio, mas o fato de serem resgatados ou não dependerá sempre da sua própria vontade. Saber se quem amamos está bem do outro lado, só mataria a nossa curiosidade, pois se ficarmos sabendo que estão mal e não estivermos preparados para entender que isso é parte de sua evolução, só aumentará o nosso desespero e o sofrimento deles. Se recebermos a oportunidade de saber que nossos entes estão bem, muitas vezes, nós ainda duvidamos, então, aquietemos o nosso coração, sabendo que Deus é justo e bom, que a cada um será dado conforme as suas obras e que é necessário que passemos pelas diversas etapas da vida, seja no plano espiritual, ou terreno para alcançar o nosso aprendizado.

As respostas que precisamos sobre nossos familiares e amigos que já partiram estarão sempre dentro de nós, é só pensarmos nas obras que eles construíram aqui, analisar o que sentimos quando nos lembramos deles, assim já teremos ideia de como eles estão do lado de lá. Independente da sensação que tivermos, sempre será útil uma oração sincera, pedindo a Deus que o proteja e que lhe dê muita luz para que siga a sua caminhada em paz, mas nunca deixar que o desespero da separação invada nossos pensamentos.

Quando não temos entendimento, nos desesperamos ao lembrar que não poderemos mais vê-los, e só deixamos a dor da separação prevalecer, perturbamos entes que já estavam sendo tratados, fazemos que voltem para o nosso plano e fiquem por aqui perdidos ou nos acompanhem até cemitérios e de lá depois não conseguem sair, caso ainda estiverem muito apegados a matéria.

Amados irmãos, nossos corpos carnais são apenas os equipamentos que nos foram emprestados para que pudéssemos atuar nesse plano, interagir e aprender com as provas e expiações que passamos. O nosso pensamento é a nossa grande força, que pode ser usada para o bem ou para o mal. Utilizemos esse poder com inteligência, para afastar todos os sentimentos que nos atrasam, se tivermos fé e seguirmos lutando com amor, nada irá nos afligir, além de ficarmos com a certeza de que não atrapalharemos aqueles que tanto amamos e que continuam tão vivos quanto nós.

As flores que levamos aos cemitérios para os que já partiram secam e as velas são uma luz mínima perto da que podemos emanar com o pensamento unido ao nosso coração. Para o plano espiritual não existe distância, o mundo é mental, então de onde estivermos, tenhamos a certeza de estarmos emanando luz a todos os irmãos desencarnados de nosso Universo para que possam seguir a sua caminhada rumo a luz de nosso Pai Maior.

Paz e Luz a todos!

Vibração Coletiva (25/10/2023) – A Paz é o caminho

A Paz é o Caminho

Amados irmãos de caminhadaa tristeza invade nossos corações quando acompanhamos os noticiários de diversos países que estão em guerraAo realizarmos leituras nos jornais com o fim de entendermos os conflitos que vitimam milhares de pessoas em todo o mundo, temos a sensação de estarmos lendo informações de outras épocas, como se não fossem jornais atuaismas apenas livros de história relatando acontecimentos passados de povos que viam a violência como a única forma de resolver os embates que surgiam.

Chamamos a atenção de todos para o conflito na Síria para que possamos transmitir vibrações de amor e de entendimento para todos os envolvidos.

Quando nos deparamos com conflitos, sejam eles de pequena dimensão, entre uma família, por exemplo, ou em grande proporção, como entre naçõesnossa primeira reação é querer achar um culpado e escolher algum lado para tomar partido. O que não podemos esquecer é que em uma guerra todos são culpados, independente do motivo e de quem tenha iniciado qualquer conflito, no momento em que o agredido revida através da violência, os dois lados se igualam.

Vejamos o exemplo de Mohandas Karamchand Gandhimais conhecido como Mahatma Gandhi, do sânscrito “Mahatma”, “A Grande Alma”, que foi o idealizador e fundador do moderno estado indiano e foi um dos maiores defensores do princípio da não-agressãoforma não-violenta de protesto, como um meio de revolução. Ele provou a força de suas ideias através de muitos protestos pacíficos e uso da desobediência civil em massa pela causa indianagerando resultados concretos para a conquista da Independência da ÍndiaQuando lembramos dessa “Grande Alma” e de seus ensinamentos através dos seus grandes feitos, fica claro que a melhor forma de mudar o mundo é através da ampliação da consciência dos indivíduos e da prática do amor ao próximo.

Lembramos que os sete pecados sociais colocados por Gandhi, que acabam por destruir os seres humanos eram esses: política sem princípios, riqueza sem trabalhoprazer sem consciência, conhecimento sem caráter, comércio sem moralidadeciência sem humanidade e culto sem sacrifício. O resultado de cometermos esses deslizes e continuarmos fechando os olhos para os sintomas apresentados de uma sociedade que está doente, tem como resultado desde conflitos com a extensão dos que estamos acompanhando em Israel, como todos os outros “distúrbios” em pequenas e grandes proporções apresentados no mundo todo.

Utilizando mais uma vez os ensinamentos de Mahatma, vibremos para que nossa humanidade enxergue que o desenvolvimento constante é lei da vida, e o homem que sempre tenta manter seus dogmas para parecer consistente se arrasta para uma falsa posição. Quem deseja um mundo melhor, deve antes de tudo começar a mudança por si mesmo. Precisamos entender de uma vez por todas que não existe um caminho para paz!

A paz é o caminhoMandemos nossas vibrações de amor para Israel e para o coração de todos os homens encarnados na Terra, onde cada um que recebê-lo e aceitá-lo iniciem uma grande revolução interna, que resultará na tão esperada Nova Era.

Paz, luz e muito amor a todos!!!

Vibração Coletiva (18/10/2023) – Mudanças internas

Mudanças Internas

Queridos irmãos de jornada, nesta semana iremos meditar sobre o progresso que estamos realizando para as mudanças internas que precisamos fazer em relação aos nossos defeitos e imperfeições de nossa alma.

Para que transformemos os nossos defeitos e imperfeições, primeiramente precisamos ter o autoconhecimento sobre nós com muita sinceridade e humildade. Reconhecermo-nos falhos não é nenhum defeito, pois indicará que podemos mudar e fazer diferente. Defeito sim será, se estivermos cientes deles e não procurarmos mudar e usá-los como uma desculpa, uma “muleta”, para as nossas atitudes enfermiças.

As ilusões humanas fazem com que nos distraiamos desta busca interna em favor de nosso progresso moral e espiritual para tornarmos pessoas melhores.

Na Nova Era, é imprescindível que empreendamos a nossa reforma íntima sincera e consciente para atingirmos a evolução proposta pelo Mais Alto. Isso significa promover verdadeiramente mudanças em nosso interior, de dentro para fora, ou seja, que nos tornemos agentes ativos da transformação de nosso mundo interno e, paulatinamente, do mundo externo”. Do Livro Universalismo Crístico Avançado/Roger Bottini Paranhos.

Perguntemo-nos: Como tenho tratado as pessoas com as quais tenho me relacionado? O problema são elas ou sou eu mesmo(a) que me sinto incomodado(a)? Quais as razões que me levam a acreditar que o problema são as outras pessoas? Qual é a dificuldade que tenho para admitir que aquilo que me incomoda no outro é o mesmo defeito que possuo? O que tenho feito para mudar isso? Meus irmãos, as respostas sempre estarão em nosso interior, é só parar e meditar um pouco sobre nossas atitudes. É um erro procurar jogar toda

a responsabilidade nos ombros das outras pessoas que fazem parte de nosso cotidiano ou não.

Lembremo-nos do amado mestre Jesus, que proferiu este ensinamento, “Enxergas o cisco no olho de teu irmão, mas não vês a trave em teus próprios olhos”, façamos um estudo sincero de nossos atos e percebamos os pontos a serem mudados e nos observarmos às vezes em que formos cometer os mesmos erros novamente, se ao invés de reagirmos, nos calarmos e nos interiorizarmos, com isso mudaremos e quebraremos os padrões equivocados. Mas para isso, temos que perseverar nas nossas decisões de verdadeiramente mudar.

Não esquecermos que nosso mundo externo é um reflexo dos sentimentos que levamos em nosso interior. Se é de guerras, só guerras veremos; se é de tristezas e tragédias, só tristezas e tragédias veremos e assim por diante. As mudanças primeiramente começam conosco, para depois se refletirem no mundo exterior. Reflitamos sobre isso meus irmãos.

Nada vale cobrarmos dos outros, por aquilo que não estamos dispostos a mudarmos em nós mesmos, somos espelhos uns dos outros, e que possamos sempre estarmos dispostos a aprender com os nossos defeitos.

Somos todos um, a tua mudança inevitavelmente semeará a mudança no teu próximo e consequentemente a mudança no nosso mundo.

Paz e Luz a Todos!

Vibração Coletiva (11/10/2023) – O papel da infância em nossa existência

O papel da infância em nossa existência

Nessa semana especial, convidamos a todos a refletir sobre a fase em que somos a representação mais pura de nosso Pai em nossa existência do mundo material. A fase da infância.

As datas comemorativas em nossa sociedade perdem o sentido quando a tratamos somente de forma comercialquando ouvimos que o dia das crianças se aproximalogo já pensamos: CRIANÇAS = BRINQUEDO, qual presente vou comprar esse ano para fulano? Qual brinquedo que ele vai querer?

Compramos um brinquedo e entregamos para que a criança brinque com outras crianças ou mesmo sozinha em algum cantoenquanto nós adultos conversamos com outros adultos sem dar a mínima atenção para os eles. Porque não podemos aprender nesse dia especial com a fase iluminada em que vivem os nossos pequenos a ser mais alegres, mais puros, a dar mais valor para as pequenas coisas? Se permitam sorrir, amar, correr, brincar, se agirmos assim, se interagirmos com nossas crianças, faremos os dias delas muito mais alegres e ainda por cima os maiores beneficiados serão nós mesmosVamos sair um pouco do papel de educador e permitir que sejamos também alunos de nossos filhos e de nossas crianças, eles também tem muito a nos ensinar.

Em uma sociedade consumistaonde TER é visto como mais importante que SER, transferimos para as crianças tudo aquilo que mesmo achando errado, nós alimentamos , fazendo com que os círculos viciosos de condutas com valores invertidos nunca se quebrem. Se sabemos que algo está errado e não podemos mudar o todopodemos mudar a nós mesmos, em seguida a nossa família e assim por diante. As mudanças de cunho espiritual ocorrem de dentro para fora e não de fora para dentronão adianta continuarmos reclamando do governo, que criou uma sociedade que só pensa em consumo e em bens materiais, se essa sociedade é formada por pessoas e essas pessoas somos nós mesmos! Nós todos que a formamos para que ela exista e se mantenha da forma em que se encontra hoje.

Essas datas muito servem para que possamos refletir, mas não no que vamos comprar e sim refletir no que a data quer dizer. Afinal, o que é ser uma criança?Para que serve a infância em nosso mundo material?

A criança somos nós, seres espirituais em desenvolvimento em uma fase onde nosso corpo carnal nos oferece limitações. Isso ocorre por que nosso Pai em sua total perfeição nos oferece a oportunidade de resgatar débitos do passado com aqueles seres com quem precisamos nos desenvolverO filho escolhe os pais que quer ter, de acordo com a prova que tem que passar nessa existência, só que seria muito difícil de tudo isso ocorrer se já chegássemos nessa vida com todas as nossas faculdades desenvolvidascom todas as tendências a desvios morais e vícios chegando latentes junto com a nossa chegada ao plano físico.  Imaginem se o mecanismo fosse outrovocê resolve ter um filho e esse filho já chega na Terra completamente formado, caráter, personalidadeforma física de adulto… Vocês acreditam que teria alguma chance de moldar esse ser para algum tipo de evolução onde ele seguisse os passos dos pais? Em nosso plano terreno que ainda é de provas e expiações, onde ainda reencarnam seres de baixo quilate espiritual, seria praticamente impossível praticar alguma mudança em seres que já chegassem com toda a sua bagagem desenvolvida.

É para isso que ainda necessitamos dessa fase linda e pura da infância, é onde somos lapidados por nossos tutores, de acordo com o que eles têm a nos ensinar, é uma missão de via dupla, recebemos e doamosOntem nós maltratamos e hoje recebemos como filhos com todas as tendências que ajudamos a criar em vidas passadas, para cuidar, ensinar e amar. Ontem nós abandamos e hoje pode ser que também sejamos abandonados para sermos entregues aos cuidados de quem escolheu nos amar e nos cuidar nessa vidaCada caso é um caso, mas tudo dentro da mesma lei de causa e efeitoo plantio é livre, mas a colheita é obrigatória. Deus não pune e nem beneficia ninguém, somos nós que o fazemos, de acordo com as nossas escolhas.

Como dizia nosso homem amoro grandioso Chico Xavier… Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim!!!

A partir dessa frase maravilhosa convidamos a todos a voltar no tempo mentalmente… Pense em sua infância, na época de sua maior pureza nessa existência, reflita sobre o que você passousobre o que aprendeu, sobre todas as alegrias e todas as doresAgora ao invés de deixar as dores para trás, traga elas junto com as alegrias, SIIMMM, é isso mesmo!!! Traga as suas dores para o hojeporque em sua infância você não tinha o entendimento, mas HOJE VOCÊ TÊM !!!Hoje você tem capacidade de trabalhá-las e enxergar que elas foram os degraus que te fizeram chegar até aqui, que as pessoas que te magoaram foram também os teus maiores professores, e entenderá que não podemos esperar dos outros o que nós faríamosestaremos nos sabotando e criando falsas expectativas, pois o outro só pode nos dar o que ele têm e não o que queremos que ele nos dê. Então agora muito mais maduros dissolvemos as dores no crivo da razãodo entendimento e do amor ao próximopois se amamos ao próximo, nós o entendemos e o identificamos com os seus defeitosaceitamos as suas limitações e o seu grau evolutivoAgora você está bem mais leve, conseguindo valorizar os sofrimentos como oportunidades de crescimentodeixando muito mais espaço para relembrar as alegrias, assim poderá utilizá-las como exemplo para transmiti-las a todos os seres que estão ao seu lado e ajudando a todos a reviverem a sua criança interior!!!

Fechamos nossa reflexão semanal com uma dica: Você tem alguma criança para presentear? Então diga que esse ano será diferente, que vocês passarão um tempinho juntos e que construirão um brinquedo, inventem e reinventem, se divirtam, sorriam, assim você estará presenteando-a com o seu amor, seu carinho e sua atenção e isso ela jamais esquecerá, ficará gravado em sua mente, que você fez parte do seu crescimento e da sua formação de caráter para sempre. Criança vê, criança aprende! Dê o exemplonão deixando que a sua criança interior morra dentro de vocêtransborde amor e alegria sempre que puder!!!

Paz e Luz a todas as crianças exteriores e interiores de todo o universo!

Vibração Coletiva (04/10/2023) – Perseverança

Perseverança

Vamos vibrar esta semana sobre a perseverança.

Irmãos, sabemos que o trilhar espiritual em alguns momentos não é fácil, pois nos vemos desanimados, desestimulados, descrentes e até sem fé em determinados trechos da caminhada evolutiva. Mas é de nosso conhecimento, que estas são as ferramentas que o Criador usa para nos lapidar em nossa ascensão de retorno aos seus amoráveis braços paternais.

Não duvidemos da sua existência amorosa e bondosa, nada foge de seu controle. Nós seus filhos, somos co-criadores com Deus, pois nós criamos através de nossos pensamentos e atos a nossa realidade.

Por isso a importância de examinarmos as nossas consciências e os nossos atos diariamente, para que façamos as mudanças internas necessárias para a nossa evolução como espírito e como sociedade.

Usando da perseverança para com as nossas atitudes, inspiraremos os nossos irmãos que ainda se encontram na ignorância espiritual da vida a fazer o mesmo, pois para estes irmãos seremos como uma ferramenta nas mãos de Deus, para que eles voltem a caminhar em direção da evolução de seus espíritos e aos braços do Pai.

Como vemos meus irmãos, estamos todos interligados e conectados, formando uma gigantesca teia, não existe separação, o que existe é a negação da realidade e a exaltação de nosso ego dentro de uma ilusão. Somos muito mais que um corpo de carne.

Podemos mudar a face de nosso mundo, de nosso país, de nossas cidades e de nossas vidas, mas isso só depende de nós mesmos se mudarmos a forma de nossos pensamentos e de nossas atitudes, pois tudo que existe dentro existirá fora também é a Lei da Correspondência.

Então não esmoreçamos, sejamos mais perseverantes e mais otimistas para com as nossas dificuldades morais e com as dificuldades de nossos irmãos também, pois somos todos um para com o Criador Divino.

“Precisamos alcançar a perseverança e a constância até termos formado em nós, as virtudes necessárias para seguir em frente rumo ao céu.” Autor Desconhecido.

Paz e Luz a Todos!

Vibração Coletiva (27/09/2023) – O Eu consciente

O Eu consciente

Queridos irmãos, todos nós nos encontramos na senda do desenvolvimento espiritual, mas sabemos que para encontrarmos a luz, o caminho a percorrer é longo e árduo. Somos como um diamante bruto, que precisa ser lapidado e polido meticulosa e cuidadosamente para se descobrir a beleza e a perfeição que estão ocultas dentro dele.

Comparamo-nos com os diamantes para assim percebermos que dentro de cada um de nós habita a perfeição da criação de Deus, e que cabe a nós sabermos nos polir para encontrá-la. Hoje convidamos nossos irmãos a meditar sobre o poder interior que se encontra em nós.

Muitos sãos os questionamentos que residem em nosso íntimo, queremos respostas para as resoluções de nossos problemas e acabamos quase sempre procurando atalhos que nos levem a elas. Nos esquecemos de que as grandes respostas que procuramos, somente iremos encontrar dentro de nós mesmos. Somente nos conhecendo melhor, observando nossas atitudes e meditando sobre elas, é que iremos encontrar a sabedoria que habita no âmago de nosso ser.

Todos nós carregamos uma extensa bagagem, fruto de experiências passadas, e todas elas encontram-se latentes em nosso inconsciente. Essas experiências constroem o que somos hoje, são os conhecimentos que já adquirimos durante nossa caminhada. É por meio dos erros e dos acertos do passado que se baseia nossa consciência, que se manifesta como a nossa voz interior que nos chama a refletir e nos sopra no íntimo o caminho a ser seguido.

Precisamos nos conscientizar de que possuímos em nós o poder da mudança e de todas as respostas que precisamos para avançarmos em busca da evolução, basta estarmos dispostos a ouvir nossa voz interior e deixarmos nossa luz brilhar.

Muitos foram os mestres que por aqui passaram, deixando suas mensagens de amor e sabedoria, e é através de seus exemplos que devemos guiar nossos passos. Devemos compreender que Deus nos fornece todas as ferramentas que necessitamos, e que alcançá-Lo depende unicamente de cada um de nós. O caminho para a evolução espiritual é solitário e acontece internamente, e é por isso que não podemos depender de outrem para conquistar a luz. Assim entenderemos que realmente só nós podemos realizar a mudança. Portanto, não vamos esmorecer nos momentos de dificuldade, tenhamos a certeza de que nosso Pai está sempre conosco, que não nos abandona e que temos muita força dentro de nós para superar a tudo. Que possamos sempre tirar lições das dificuldades, pois é através delas que desenvolveremos as virtudes em nosso interior.

Saibamos, queridos irmãos, que temos a chave que dá acesso a todos os tesouros guardados dentro de nós, basta descobrirmos como utilizá-la. Precisamos nos conectar com nosso eu interior e aprender a ouvi-lo, só assim encontraremos as respostas que tanto buscamos e nos situaremos no mundo em que habitamos. Desta forma, conseguiremos nos ligar as forças que regem o universo e nos integraremos totalmente a Deus.

Que consigamos descobrir a força transformadora que habita em nós!

Paz e luz a todos!

Vibração Coletiva (20/09/2023) – Planeta Terra

Planeta Terra

Nosso amado, destratado, cultivado, consumido, destruído, adorado Planeta Terra. “Sua manifestação, Vida. Seu ensinamento, Ecologia. “Suas excelências, a Essência e a Estética no equilíbrio da forma ética”. Nessa vibração, vamos perguntar ao coração, o que fazemos por nossa imprescindível possibilidade de vida, o Planeta Azul.

No refletir de nossa vida, a importância deste Ser planetário é mais que isso, o que estamos desvalorizando em nossa vida. Nossa mãe de coração e evolução. O planeta é doação em entrega a nós, seus seres de muitas moradas estelares em aprendizado de amar. Seu corpo e alma nos permite na nossa ratificação como alma em evolução, que buscamos consciente ou inconsciente o autoconhecimento na encarnação de nossa forma física, corpo este criado pela matéria terrestre, que há tudo possibilita as suas criaturas, desvelar a si mesmo, como a Criação. Que se encontra em perfeição no amor presente do Criador, que recebemos em vida através da doação deste ser, que chamamos Terra.

Nessa jornada, nossa caminhada de cada dia, que ao acordar e viver, olhamos ao céu, nos deslumbrando com a natureza, nos enchendo de graça e beleza do todo que nos abraça, aliviando nossas dores, incentivando nosso amor, aquele que real sem confusões, vem do coração que não busca ter, mas ser assim como “plantinha no jardim” que nasce e floresce por saber em si, que cresce por algo muito maior, o complementar com o todo, na autonomia de ser.

Nessa vibração, irmãs e irmãos de humanidade, vamos nos permitir sensibilizar por tão amado planeta, que está aqui para nos ajudar, ajudar a evoluir, ajudar a sentir, o que o nosso comprometimento com nossa evolução nos faz ver, ouvir, intuir, nesse nosso universo de escolhas e vivências, que somente germinam e crescem no paraíso, que transformamos a cada dia em inferno, por nossa ignorância em Ser humano.

Oremos em fraterna vibração coletiva pelo comprometimento de Ser humano ao Planeta que nos gera Vida.

“Amado planeta azul deste orbe universal, receba hoje e sempre de meu coração, a gratidão pela doação em forma mentalizada por mim, na ratificação do comprometimento de minha evolução contigo, em trajetória de Alma universal que Eu sou”.

Que assim seja! A união não faz a força, mas gera a energia, que direcionada pelo Alto se transforma em mudanças. Amor e paz, para lembrarmos o que já somos em alma.

Paz e Luz!

Vibração Coletiva (13/09/2023) – A sabedoria do bem viver

A Sabedoria do Bem Viver

Depois do despertar, harmonizar o conviver é o que nos falta para adquirirmos um certo equilíbrio em nossas vidas. Conscientizando-nos de que nossos melhores professores do aprimoramento moral são os irmãos de nossa caminhada que por muitas vezes nos feriram, ou nos ferem diariamente nos trazendo dificuldades, passamos a enxergar tudo isso como oportunidades de crescimento. Ao invés de nutrir por esses irmãos raiva e pena, começará a nascer o amor e a gratidão, enquanto antes eles eram empecilhos ou um atraso para nosso crescimento, agora, depois de despertos, eles tornam os instrumentos para auxiliar em nossa ascese espiritual.

Seria maravilhoso contar e conviver sempre somente com seres espiritualizados, de bem com a vida, mas essa é uma previsão para o futuro e não o que vivemos atualmente. Sabemos que esse dia chegará, mas se vivemos assim ainda é porque é necessário.

Não há erros no planejamento divino, a sua famí­lia você mesmo escolheu antes de reencarnar, as outras pessoas que o cercam, é o cí­rculo de amizades que você atraiu para si, se algo ou alguém não está lhe agradando ou não se encaixa mais com o seu jeito de ser, se afastará naturalmente e isso é normal, mas não corte laços de amizade por causa disso, pois você pode estar deixando de lado muitas vezes, familiares e amigos que necessitam de sua ajuda, se não soubermos enxergar isso, estaremos sendo egoístas. Não podemos pensar somente em nós, se julgamos saber um pouco mais que o outro, então também é de nossa responsabilidade saber respeitar e ama-los com as suas fragilidades, afinal, a pouco também estávamos cegos e recém iniciamos nossa caminhada na luz.

Mesmo sem querer esses seres que achamos que nos incomodam nos trazem para a realidade, nos lembrando de que estamos encarnados e necessitamos da convivência com graus diferentes de evolução. Faça um teste, para cada indiví­duo de difí­cil convivência, pare e pense: O que o “fulano” tem a me ensinar? Quais são os propósitos do Pai com essa convivência? Mais tolerância? Amor? Equilíbrio? Não pense que “fulano” não merece seu esforço, pense que VOCÊ MERECE crescer e evoluir mais e mais. Quem impõe sempre a sua opinião e fica com a última palavra tem uma vitória efêmera, que serve somente para alimentar nosso ego e não para nosso crescimento, já quem é flexí­vel, se põe como um humilde servo e sempre aprenderá mais e mais. Ser flexí­vel não significa ser fraco ou não ter personalidade, tem muito mais relação com sua força do que com sua fraqueza, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

Quando chegar ao ponto em que você, baixa a cabeça, sem esperanças de o outro mudar a sua postura, é por que chegou a hora, de novamente você aprender mais alguma lição, sim você mesmo, pois se lembre de que cada um está aqui novamente com o objetivo de crescer, não de obrigar o outro a crescer. Quando forçamos os outros seres a subir a escada da evolução, nossa caminhada torna-se mais pesada, pois temos o nosso peso somado ao do outro que arrastamos forçado. É por isso que a tolerância é o melhor remédio nesses casos, que acalma ambas as partes, cada um possui o seu tempo e será somente a partir do seu exemplo que o outro crescerá. Através da imposição das suas verdades você o afastará e aí não o ajudará nem com palavras e nem com atitudes, pois perderá a convivência do ser que ama por ser intolerante.

Agora perguntamos… Qual é o equilíbrio para chegarmos ao bem viver? Quando devemos falar e quando devemos nos calar? É irmãos, cada caso é um caso, todos sabemos até onde podemos ir com cada pessoa. Não deixe que ninguém se irrite com suas palavras, pois quando isso acontecer, ou você está sendo rude demais ou essa pessoa já não está mais lhe escutando, pois o ego já tomou conta e nada mais que você disser a fará entender. Vá aos poucos desconsiderando o que você falou para que não fique um clima ruim, naquele momento esse ser ainda não está preparado para conversar com você sobre o assunto que propôs, RESPEITE. Também podemos inverter os papéis… Se o que eu falei falassem para mim eu aceitaria? Se o que eu fiz fizessem para mim eu aceitaria? Seja sincero e se a resposta for não, será necessário repensar as suas atitudes e talvez até pedir perdão por ter se equivocado, ou se ainda não aconteceu você apenas não o fará. Assim você já estará diminuindo um bom percentual de erros nas atitudes que irá tomar e se tornando uma pessoa melhor, para você mesmo e para seus semelhantes.

Todas as brigas familiares, com amigos, colegas de trabalho e até mesmo os grandes conflitos e guerras são gerados pela exaltação do EGO. Todos querem estar certos sempre, o que importa se eu ou você estaremos certos? O que seria do mundo se todos tivessem a mesma opinião em tudo?  Como iríamos crescer? Solte as suas armas, o que adianta ter razão em tudo, mas viver sozinho e infeliz? A razão através das palavras é a mesma coisa que saber somente a teoria, sem saber como coloca-la em prática. Se você tem uma visão, uma opinião e é feliz assim, será através das suas atitudes que mostrará a quem ama o melhor caminho a ser seguido.

Convidamos a todos a vibrarmos pela sabedoria do bem viver que é optar por ser feliz e não por ter a razão. Pedindo aos irmãos de luz que nos acompanham sempre, que nos auxiliem a ouvir mais do que sermos ouvidos, compreender mais do que sermos compreendidos, para que possamos levar a luz e o entendimento através de nossas atitudes e não de nossas palavras, porque esses ensinamentos ficam guardados na alma de cada um, enquanto as palavras se esvaem ao vento.

Paz e Luz a todos!