Roger Responde 275 – Em relação as tuas lembranças de regressão de memória para escrever os livros, você consegue recordar a língua desses povos para conversar fluentemente em tais idiomas?

275 – Pergunta (17/08/2015):  Roger, gostaria de ser bem direto e objetivo nessa pergunta, em relação a suas lembranças como cidadão atlante ou como egípcio ou hebreu, nesse processo, você consegue se lembrar da língua totalmente ao ponto de poder conversar fluentemente em tais idiomas? Poderia esclarecer melhor como funciona os sistemas Akáshicos de memória? Obrigado, e o intuito do Universalismo Crístico é brilhante, parabéns…

Roger: Não. A elaboração destes livros foi realizada através de regressão de memória conduzida por Hermes, o mentor espiritual de nossos livros. Nesta regressão, eu faço um acesso mental e visual dos fatos. Não existem comunicações mecânicas a respeito dos acontecimentos. As imagens inundam a minha mente, e com estas visões, obtenho um acesso à “essência” destes fatos no plano mental. Depois vem a difícil tarefa de descrever, na linguagem humana, de forma minuciosa, todos aqueles acontecimentos. Porém, mesmo não tendo acesso a linguagem da época, os nomes e diálogos surgem muito claro em minha mente. Ao ponto de eu acertar até mesmo a grafia utilizada, mesmo sem conhecer anteriormente. Talvez seja uma complementação do trabalho realizado através da poderosa mente de Hermes.

Os registros Akáshicos não são armazenados em linguagem humana, através de letras concatenadas. Isso é um mecanismo humano. O mundo espiritual se comunica pela linguagem plena do pensamento. Basta perceber que quando entramos em profunda meditação, e os mentores espirituais conversam conosco, esta conversa não transcorre em uma linguagem específica. Sentimos e nos conectamos por via de vigoroso processo mental e emocional. Eles não falam “eu te amo, meu filho!”. Eles nos fazem sentir isto profundamente. Então, olhamos em seus olhos e compreendemos a mensagem sem a articulação de uma palavra sequer. E este é um mecanismo bem interessante, porque a mensagem, por incrível que possa parecer, se torna ainda mais fiel, devido a evitar-se os naturais erros de interpretação e de entendimento da língua escrita e falada.

Como já expliquei, os livros que recebo mediunicamente passam pelo crivo da minha mente. A essência é do plano espiritual, mas a linguagem é minha. Por este motivo o nosso último livro lançado, Universalismo Crístico Avançado, é tão rico se comparados aos primeiros recebidos lá pelo ano 2000. Não foi Hermes que evolui em sua linguagem e mensagem. E sim eu que consegui absorver melhor a essência que ele me passa e aperfeiçoei a minha capacidade de reproduzir os seus elevados ensinamentos com a limitada linguagem humana.

E obrigado por reconhecer que o Universalismo Crístico é brilhante. Sem dúvida, é o melhor e mais eficaz processo de espiritualização que já surgiu na história da humanidade. Posso falar isso com tranquilidade, porque o mérito não é meu. Sou apenas o mediador. O mérito, sem dúvida alguma, é da Alta Espiritualidade da Terra, que entendeu que uma boa parcela da humanidade já está pronta para esta compreensão maior dos objetivos da vida criada por Deus. O Universalismo Crístico é a linguagem espiritual da futura humanidade da Terra.

2 Responses
  • gabriel
    ago 17, 2015

    Fantástico, Roger, também tive esse mesmo questionamento e agora vc respondeu com clareza de expressão.

    Mais legal ainda é pensar que vc “TEVE ACESSO ÁS VISOES DO QUE OCORREU”, deixando as obras com total realismo.

    Abraços e uma semana iluminada

    [Reply]

    gabriel ago 17, 2015
    Responder
  • ago 17, 2015

    Linda resposta, tb tive regressões desse mesmo tipo, algumas me deixaram bem espantadas, mas uma hora tudo se encaixa…

    [Reply]

    Emmanuela ago 17, 2015
    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *