Roger Responde 256 – Documentário Data Limite, onde Chico Xavier mencionou sobre a moratória de 50 anos da Terra, segundo pedido de Jesus.

256 – Pergunta (26/01/2015):  Irmão Roger, acabou de sair o documentário Data Limite, onde Chico Xavier mencionou sobre a moratória de 50 anos. Eu particularmente não aceito isso! Na minha visão, Jesus nunca pediria isso em uma reunião dos seres/espíritos evoluídos. Jesus é tão magnânimo que possui com certeza a visão sobre o destino da humanidade e da Terra muito a frente…que imaginamos…. 50 anos de moratória !!! Há mais de 2000 anos, Jesus já previa uma série de acontecimentos…enfim… 20 de julho de 2019 acaba a moratória… sinto ! Não dá pra aceitar isso !!!

Roger: Querido irmão, entendo tua angústia e revolta. Algumas vezes, precisamos analisar as informações espirituais que surgem com calma e tranquilidade. Nem sempre se trata de má fé. Certas vezes trata-se apenas de uma interpretação equivocada ou mal compreendida, de acordo com as crenças de cada um. Eu também não creio nesta informação como ela está sendo divulgada. Jesus, assim como os psicólogos siderais que administram a Terra e o nosso Sistema Solar conhecem com grande antecedência acontecimentos de ordem global. É fácil para eles perceberem o rumo que a humanidade dará a sua evolução no decorrer dos séculos. Acreditar que Jesus foi pedir uma moratória emergencial, assim como faz o pai de família que não consegue pagar as suas contas, é, no mínimo, estranho. Ainda mais ele, que estando encarnado, previu acontecimentos próximos, como a destruição do templo de Jerusalém no ano 70, assim como os acontecimentos de “fim dos tempos” que estamos vivendo no atual período de transição planetária.

Sem dúvida, estamos em um período de alerta, devido a transição para a Nova Era que estamos vivendo. Ano 2000, 2012, 2019, 2036…. são várias datas que apontam para mudanças radicais e catastróficas, contudo, é difícil afirmar com certeza quando isso ocorrerá de forma determinante, porque o universo e as ações humanas estão em constante movimento, dado o nosso livre arbítrio para decidirmos os rumos de nossa caminhada. O que parece cada vez mais evidente é que a humanidade está precisando de uma forte chacoalhada para acordar, abandonar o materialismo doentio e despertar para os verdadeiros valores. Entretanto, essa oscilação de comportamento da humanidade encarnada não é novidade e não causa nenhuma surpresa aos emissários do Alto, muito menos ao ponto de realizarem uma reunião para discutir isto.

Observando as notícias diárias de crimes (tanto de pobres como de ricos), atos de terrorismo e vendas de “pau de selfie”, (que agora é a última moda), fica fácil constatar que realmente os tempos são chegados… Criminalidade, perversidade, imoralidade e vaidade exacerbados que fazem as histórias bíblicas de Sodoma e Gomorra parecerem contos infantis comparados com a atual realidade que estamos vivendo…

Jesus mesmo disse-nos, conforme relatado em Mateus 24-36:  “Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai.  Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do Homem. Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem”.

8 Responses
  • Rene Picolo
    jan 27, 2015

    Caro Roger,

    Que a luz maior continue brilhando em sua mente, sempre trazendo coerência, razão e bom senso aos assuntos que vem à tona.

    Fraterno abraço,

    Rene

    [Reply]

    Rene Picolo jan 27, 2015
    Responder
  • Felipe
    jan 27, 2015

    Esse documentário é maravilhoso! Está despertando a consciência de várias pessoas sobre a vida espiritual e extraterrestres!

    A moratória é porque quando o homem pisou na Lua, aquilo representou um grande avanço tecnológico na historia da humanidade.

    Jesus, como governador da Terra estava preocupado, pois na época estávamos numa Guerra Fria, e se continuássemos no caminho da guerra, de construção de armas nucleares, provavelmente iríamos cair no caminho de uma eventual 3 Guerra Mundial, onde o poder das armas nucleares, destruiriam uma boa parte do planeta. Não foi a toa que foi feita a reunião de grandes espíritos com Jesus.

    Essa data marca uma nova etapa, UMA NOVA ERA! Segundo Chico Xavier, com o possível contato com seres de outros planetas se e só se formos no rumo da paz. Portanto em nenhuma momento no documentário fala que começará em 2019 e sim uma nova era!

    Se olharmos no Youtube, existem vários depoimentos de ex-agentes da CIA e ex-militares que falam sobre como as armas nucleares paravam de funcionar de forma ”misteriosa”. Um deles é do Capitão da força aérea americana, Robert Salas, fala do avistamento de UFO e das falhas nos códigos de lançamentos de misseis . Portanto esses seres extraterrestres, durante esse período bélico, trabalharam intensamente a favor da humanidade, e faz todo o sentido essa reunião de Jesus, dita por Chico Xavier.

    [Reply]

    Felipe jan 27, 2015
    Responder
  • Danton Santana
    jan 27, 2015

    O citado documentário foi lançado em DVD em setembro de 2014, e agora disponibilizado gratuitamente pelo youtube. Pelo que sei, é baseado numa entrevista de Geraldo Lemos (tido como amigo próximo de Chico Xavier) concedida ao Jornal Espírita no início de 2011.
    Na entrevista ele jamais afirmou que Jesus teria pedido algum tipo de moratória. Pelo contrário, ele afirma textualmente: “a bondade de Jesus decidiu conceder uma última chance à comunidade terráquea, uma última moratória para a atual civilização no planeta Terra. Todas as injunções cármicas previstas para acontecerem ao final do século XX foram então suspensas, pela Misericórdia dos Céus, para que o nosso mundo tivesse uma última chance de progresso moral”. Ou seja, outros espíritos teriam optado pela aplicação do “Juízo Final” até o final do século passado, como afirmaram seres como Ramatis, Humberto de Campos, Alziro Zarur, Emanuel, entre outros.
    Vejo muitas contradições na entrevista, mas não no citado ponto. Como disse Sr. Roger, os movimentos da humanidade é que definem em que grau as profecias devem se cumprir. Lembremo-nos do caso de Jonas e Nínive.
    Essa tal moratória, se houve, alivia um pouco as críticas ao Ramatis\Hercílio Maes, o mais célebre profeta moderno a apontar o “Fim dos Tempos” para o ano 2000.
    A meu ver, o documentário “pesou a mão” no aspecto ufológico da entrevista. Há assuntos muito mais interessantes na matéria do Jornal Espírita.
    Os espíritas mais “afobados” fazem críticas venenosas ao Geraldo Lemos. Outros dizem que a tal “profecia” do Chico é falsa porque o homem não pisou na Lua em 1969. O Divaldo Franco afirma que participou do documentário por orientação dos seus mentores. E assim focamos no aspecto menos importante da coisa: o alerta.

    [Reply]

    Danton Santana jan 27, 2015
    Responder
  • rubimar santos charao
    jan 30, 2015

    cabe a cada um de nos buscarmos as respostas, no fundo de nossa
    alma.acreditando sim na regeneração do planeta terra e do ser huma
    no.com certeza estamos vivendo intensamente a transiçao planetaria.

    [Reply]

    rubimar santos charao jan 30, 2015
    Responder
  • Ana
    fev 5, 2015

    Sinceramente, eu acho que as pessoas estão interpretando esse filme de forma equivocada. A intensão maior dele é mostrar que os extraterrestres existem e abrir os olhos para tal. Que eles estão aqui, e não lá longe, em sua planetas. E que se passarmos na primeira prova, SE, teremos chance de avançamos mais rápido… mais que isso depende de Boa parte da humanidade! Além disso. nós não possamos no teste, ainda temos 5 anos… e nesse tempo muita coisa pode acontecer…. O filme quer dar esperança e nos chamar à responsabilidade ( já que não focou a segunda opção mais drástica e dolorosa) e informar que não estamos sozinhos no Universo. Isso já da muita reflexão e pode despertar muitas consciências… principalmente espíritas mais ortodoxos….

    [Reply]

    Ana fev 5, 2015
    Responder
  • Fernanda Rezende
    fev 17, 2015

    Bom, acho que o documentário exprime uma ideia muito difundida já na nossa sociedade: Os Prazos.
    É claro que a ótica e o objetivo do assunto tratado ali é de cunho ufológico. Mas o alerta também foi dado para a nossa mudança interior. Se não mudarmos por dentro, não poderemos ter acesso ao que vem de fora. Vamos, lá. Tem lógica. Quando temos uma mente fechada e teimosa, jamais desfrutaremos do que o universo tem para nos oferecer, seja físico ou espiritual. Temos que entender que ainda somos tratados como crianças pelas altas esferas, o que me leva a crer que eles realmente precisam nos dar incentivos e motivações para chegarmos ao ponto onde precisamos chegar.

    Chega de negatividade gente. Ela só atrapalha nessas interpretações livres.

    [Reply]

    Fernanda Rezende fev 17, 2015
    Responder
  • Max
    mar 24, 2015

    Boa noite a todos. O documentário foi bem produzido, mas vale ressaltar que não abordou na íntegra tudo o que foi dito pelo Chico Xavier, principalmente com relação ao que acontecerá com o Brasil caso ocorra uma guerra em nível global.
    Vale apena ler o texto todo (http://www.vinhadeluz.com.br//site/noticia.php?id=760).
    O futuro não é estático, por isso se falam de possibilidades, tanto positivas, quanto negativas.
    Numa visão simplista, a título de ilustração, podemos comparar com um jogo de xadrez, onde um jogador experiente, a partir dos movimentos do seu adversário, pode “prever” os passos seguintes, até mesmo o desfecho da partida.
    Agora, daí a questionar o Chico, um homem, que na sua humildade e simplicidade, publicou mais de 400 livros, e ajudou milhares de pessoas, durante toda a sua vida, sem esperar nada em troca, me causa mais temor do

    [Reply]

    Max mar 24, 2015
    Responder
  • Douglas Cunha Polycarpy
    jul 19, 2015

    Boa tarde! Este documentário trata sobre a chegada do homem ao universo, sua expansão cientifica e plena manipulação nuclear. De acordo com as informações atuais terrenas vemos que a sociedade esta em crise e seus lideres lutam por mais poder e subjugação. Estamos em um pontal de escolhas, sendo que a coletividade apontara seu caminho e a partir da data referida teremos como resposta o amor ou a dor. Esta execução é necessária para a comunidade intergaláctica e a evolução tão necessária dos habitantes terrenos. Como disse o ministro da defesa Canadense, “somos todos um”.

    [Reply]

    Douglas Cunha Polycarpy jul 19, 2015
    Responder

Deixe uma resposta para Danton Santana Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *