Roger Responde 179 – Vivemos em universos paralelos sem ter consciência das outras vidas?

179 – Pergunta (20/05/2013): Roger, companheiro, me fala uma coisa: existem mesmo esses tais Universos Paralelos? Não digo no sentido de planos paralelos como o plano astral é para o plano físico, mas no sentido de existirem infinitas realidades paralelas do mesmo plano ao mesmo tempo, como os físicos ficam cogitando? Tipo assim: existiria um outro agora coexistindo com o nosso agora onde você não seria nem escritor nem Analista de Sistemas? Onde o Facebook nunca foi inventado? Ou um passado onde a Atlântida nunca teve um fim trágico? Faz algum sentido esse especulação da nossa ciência?

Roger: Querido amigo, muitas teorias levantadas pelos cientistas fazem sentido. Mas no caso dos universos paralelos, creio que não. Eles são apenas dimensões evolutivas diferentes. Não estamos nesse mundo e em outro vivendo uma vida totalmente diferente desta. Somos uma consciência única no Universo, em todos os planos. Mas, sem dúvida, existem muitas moradas na casa do Pai. Outros espíritos evoluem nesses outros universos. E poderemos viver neles, ou não, futuramente, de acordo com as nossas necessidades evolutivas. No entanto, ao mesmo tempo, dividindo a nossa consciência, creio que não.

Não sou o dono da verdade. Mas para mim não faz sentido termos múltiplas personalidades em universos paralelos, sendo que em um desses locais somos seres evoluídos e em outro somos muito atrasados, mesmo que essas dimensões representem tempos diferentes, o que justificaria tamanha diferença entre a personalidade daqui e de lá.

Creio, também, ser impossível viajar no tempo. Podemos acessar os registros de um passado remoto, como fizemos nos livros sobre Akhenaton, Moisés e sobre a Atlântida. Agora retornar no tempo e influenciá-lo, seria algo totalmente contrário a lógica evolutiva da vida criada por Deus. Mesmo porque aquele respectivo “tempo” já passou. Assim como viajar para o futuro seria, também, impossível, já que o futuro somos nós quem o construímos. Nada está determinado antecipadamente. Deus e os espíritos realizados conhecem o futuro por saberem de antemão o caminho que seguiremos, assim como faz o sábio e o psicólogo mestre. Para sabermos o futuro, certamente, precisamos antes trilhá-lo.

O homem, por ter apenas a visão das partes, especula sobre o futuro. Deus, por ter a visão do Todo, simplesmente sabe o que acontecerá daqui até a eternidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *