Roger Responde 154 – Hermes Trimegisto

154 – Pergunta (26/11/2012): Eu sei que nomes não são o mais importante quando se trata de espíritos de elevada hierarquia, porém, por que escreve-se nos livros do Universalismo Crístico: Hermes Trimegisto, e não Trismegisto, como ficou consagrado? Há alguma correspondência entre o deus grego e a entidade que coordena a divulgação do U.C. na Terra?

Roger: O original em latim é “Trismegistus”. Mas optamos por usar a sua tradução mais correta e usual para o português, que é “Trimegisto”.  (Tris = três (latim)) (Tri = três (português moderno)). Exemplo: usamos “tricampeão, e não triscampeão). Significado de Trimegisto: “três vezes grande”.

Portanto, “Trismegisto” considero uma forma inadequada para a nossa linguagem moderna, apesar de ser a mais usual nos sites e livros. Mas, como tu bem afirmaste, são apenas nomes. O importante é a mensagem trazida pelos grandes mestres.

E sim, trata-se da mesma entidade espiritual, conforme já revelamos em livros anteriores, desde “Akhenaton – A Revolução Espiritual do Antigo Egito”. No Egito antigo, ele se chamava Toth (alguns adotam “Thoth”). No entanto, tornou-se conhecido séculos depois pelo nome de Hermes Trimegisto, “o três vezes grande”, por causa do intercâmbio com a civilização grega. Durante o período da dominação destes sobre os egípcios, o deus Toth foi assimilado ao deus Hermes dos gregos e, desse sincretismo, resultou a denominação Hermes Trimegisto, e, assim, o deus grego passou a receber todas as atribuições de Toth, que não foi apenas um deus imaginário dos egípcios, e, sim, viveu durante o final do Egito pré-dinástico e foi contemporâneo de Menés, o primeiro faraó egípcio.

No meu entender. As duas formas de uso são corretas. “Hermes, o três vezes grande”, com certeza, uma boa designação para retratar a grandeza do trabalho que ele realizou em todas as suas encarnações. E, agora, mais recentemente, coordenando o projeto “Universalismo Crístico na Terra”, que é a mais coerente e segura estrada para nos conduzir à Nova Era.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *