Roger Responde 026 – Jesus encarnou como Buda, Krishna, Moisés ou foram todos estes médiuns do Cristo?

026- Pergunta (14/06/2010): Primeiramente gostaria de dizer que eu e minha mãe adoramos seus livros! Sua linguagem é muito didática e gostosa de ler! Sou cientista e gosto tanto de estudar sobre assuntos espirituais que até montei um grupo de estudos na USP sobre ciência e espiritualidade que a cada dia aparecem mais interessados! Existe apenas uma dúvida que não entrou na minha cabeça e da minha mãe: não conseguimos aceitar as encarnações de Moisés à que você se refere no livro da Atlântida. Como Moisés, um ser extremamente elevado e pacífico, poderia vir a ser Maomé, que incitou tantas guerras? Preferimos acreditar no livro “Moisés, o vidente do Sinai” psicografado por Josefa Rosália tendo como espírito Hilarion de Monte Nebo. Lá, de acordo com o arquivo da Luz, que não mente jamais, as encarnações de Moisés foram: Juno e Numo na Lemúria, Anfião e Antúlio na Atlântida; Abel, Krishna e Buda. Sendo sua última reencarnação como Jesus. Assim sendo, gostaria que verificasse com seus guias espirituais a veracidade de minhas afirmações em relação a esse assunto.

“Roger: Obrigado pelo apoio ao nosso trabalho. Vejam que interessante! A pergunta da semana passada apontava Moisés como um homem totalmente ambicioso, interesseiro, manipulador, vingativo e egocêntrico. E na de hoje ele é apresentado como uma das encarnações do próprio Jesus, o mais excelso espírito que já desceu à face da Terra da terceira dimensão. Por isso afirmei na semana passada que os livros mediúnicos devem ser apreciados com cautela, procurando se ater mais a essência da mensagem do que aos textos literalmente.

As informações que trazemos em nossa trilogia: “Implantação do Monoteísmo na Terra” (Akhenaton – A Revolução Espiritual do Antigo Egito, Moisés – O Libertador de Israel e Moisés – Em busca da Terra Prometida) foram orientados por Hermes e seguem a visão trazida por Ramatís em meados do século passado. Ramatís nos mostra que o Cristo Planetário jamais encarnou na Terra e, sim, utilizou-se de diversos médiuns, espíritos incomuns, para trazer a sua mensagem a cada povo do mundo. Esses médiuns são os mesmos avatares que citaste na pergunta (entre outros), sendo que nenhum deles é o mesmo espírito. Inclusive Jesus só encarnou em nosso mundo na personalidade que conhecemos há 2.000 anos. Todos estes avatares foram “mediunizados” pelo Cristo para executarem as suas missões. Por isso a semelhança das mensagens espirituais em todo o mundo. Em resumo: Jesus, por exemplo, não era o Cristo, mas sim o médium do Cristo, que trata-se de uma entidade da categoria dos arcanjos, que são responsáveis pela evolução das diversas escolas evolutivas do Universo e que estão impossibilitados de habitar um limitado corpo físico devido a expansão de sua luz, fruto de uma evolução de milhões de anos.

Já as informações que trazes em teu e-mail são procedentes da médium argentina Josefa Rosália Luque Álvarez. Ela crê e divulgou em seus textos que o Cristo reencarnou nos avatares que citas em tua mensagem e, portanto, todos eram o mesmo espírito. Peço que reflitas sobre a afirmação que tu fizeste em tua pergunta: “Lá, de acordo com o arquivo da Luz, que não mente jamais,…”. Creio também que o “arquivo da Luz” não mente jamais. A pergunta é: “E quem leu esse arquivo da Luz?” Esse médium estaria apto a interpretar essas informações, codificadas na linguagem celestial, e traduzi-las para a humana, sem distorcê-las? Pense sobre isto.

Eu li os livros que citaste e, por exemplo, soa-me estranha a ideia de que Ramsés era amigo de Moisés e que pediu para ele partir com o povo hebreu porque o povo egípcio havia se corrompido. Todos os registros históricos desse famoso faraó apontam para uma personalidade completamente diferente da apresentada no livro “Moisés – o vidente do Sinai”. Ramsés era um guerreiro impiedoso, e por isso ele construiu um império que se manteve intacto durante todo o seu reinado (62 anos). Ele desencarnou com mais de 90 anos de idade.

Além disso a personalidade de Moisés no “Velho Testamento” (mesmo que deturpada em alguns pontos) é radicalmente oposta à bondade e à mansuetude angelical apontada nesse livro. Não existe similaridade entre o Moisés apontado nesse livro com o Moisés bíblico. E devemos lembrar que Akhenaton (informações históricas comprovadas por arqueólogos) tentou realizar uma transição pacífica para o monoteísmo 100 anos antes e não obteve êxito. A evolução espiritual das massas era muito crua para isso há 3.300 anos. Como Moisés conseguiria realizar isso sendo bondoso e manso? Como libertar e liderar um povo rebelde e em meio a diversas guerras no deserto apenas usando de docilidade para com os inimigos?

Os médiuns em geral estão sempre aprisionados aos seus próprios paradigmas (assim como o homem em geral). É muito difícil ao espírito comunicante trazer informações que ultrapassem a compreensão e o sistema de crenças dos médiuns. Por mais que o médium seja qualificado, ele ainda é escravo de suas limitações psíquicas. Ele sente a mensagem do mentor, mas não consegue romper com as suas crenças pré-estabelecidas, contaminando a mensagem pura que vem dos planos superiores.

Qual médium está mais próximo da verdade? Impossível definir. A não ser que comparemos o relato mediúnico às informações históricas e científicas que a humanidade física já possui. Como ainda tateamos no escuro com relação a comprovações incontestáveis, o ideal é nos prendermos a essência da mensagem, e não a informações pontuais que possam ter sido distorcidas pela limitação dos médiuns, que são todos humanos e falíveis.

Em resumo: creia naquilo que te faz feliz e auxilia a tua caminhada. Mas também permita-se ao questionamento de tuas próprias crenças. A verdade está onde se encontra o bom senso e a lógica. O amor já sabemos onde encontrar: ama ao teu próximo como a ti mesmo e não faças aos outros aquilo que não gostaria que te fizessem.”

4 Responses
  • Valquiria Campos
    fev 20, 2015

    Eu também havia entendido que Jesus fora a reencarnação de todos os citados. Minha cabeça ficou uma bagunça. \obrigada por esse sclarecimento.
    Então, posso concluir que JESUS é um e o CRISTO planetário, outro ser?

    [Reply]

    admin Reply:

    Perguntas ao Roger devem ser encaminhadas para o email uc.novaera@gmail.com. Paz e Luz ! Equipe UC

    [Reply]

    Valquiria Campos fev 20, 2015
    Responder
  • gabriel
    ago 6, 2015

    JESUS não poderia ser esses Avatares todos. Cada um com suas crenças mas vejo o Mestre como uma ÚNICA descida a Terceira dimensao e o MAIOR médium do Cristo Planetario.

    Quanto as encarnações de MOISES vejo lógica nas afirmações de ROGER, inclusive queria saber de ESPARTACO o escravo libertador, se ele foi mesmo Moisés……….li sobre.

    Mas vejo como corretas as “possiveis” encarnações deste espírito como ATLAS, MENÉS, MOISÉS, (e já ascendendo) ELIAS, ESPARTACO (aqui me quiestiono pois Roger nao falou ou ainda nao li….), JOAO BATISTA, e MAOMÉ .

    Todas estas vidas poderia o espirito ter permanecido uma media de UM SECULO na Erraticidade (mundo espiritual/astral) até descer novamente como uma nova Missao. O que dá Crédito.

    Outra, Antulio era um “JESUS” e não um “MOISES”. Atlas está muito mais para MOISES do que ANTULIO……….

    Entendam, MOISES nao era um SANTO, era místico, com grande missao e erou bastante também……..nao sei pq muitos aumentam os creditos de Moises……..este grande Espirito

    Outra, MAOME até onde meu simples conhecimento sabe, JAMAIS incitou guerras. quem o faz é a linha RADICAL do ISLÃ que interpreta o Alcorao erroneamente. Maomé cumpriu bem o que lhe coube

    Abraços

    [Reply]

    gabriel ago 6, 2015
    Responder
  • abr 23, 2016

    Estou adorando ler todas essas informações do Roger. Da Biblia, as estorias que mais amo são as de Davi e Moisés. Agora com a apresentação da novela da Rede Record, é claro que nos enche o coração de ódio, imaginação e sonhos, porém a verdade é bem outra! Mas, vale a pena pelo menos ver essas estorias da historia, contadas com um pouco mais de romantismo e cotidiano de vidas carnais e normais como as nossas. Gosto de ler e assisto todas as reportagens, filmes e contos sobre o Egito e adoraria poder conhecê-lo,porém devido aos ataques terroristas tenho muito medo de fazer essa viagem. Talvez um dia!!!

    [Reply]

    Ivone Hoffmann abr 23, 2016
    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *