Roger Responde 012 – Senhas secretas dos livros.

012 – Pergunta (01/03/2010): “Você poderia nos dizer mais sobre as ‘senhas secretas’ (ou mensagens subliminares) em seus livros, mencionadas na entrevista sobre o livro Atlântida? Qual a razão delas estarem presentes nos livros? Tem autorização dos mentores espirituais para falar sobre isso? Elas atuam no nosso inconsciente despertando exatamente o que? Você falará mais sobre isso no livro Atlântida – No reino das Trevas Vol2?”

Roger: Os leitores, a medida que vão ampliando as suas consciências, passam a perceber alguns pequenos detalhes narrados nas entrelinhas do texto. Da mesma maneira que as vezes falamos em linguagem figurada na frente das crianças para que essas não entendam assuntos somente adequados a adultos, assim são as senhas secretas de nossos livros.

O leitor à medida que começa a ter uma visão espiritual mais abrangente, passa a perceber esses códigos sutis. Principalmente nos últimos trabalhos: “Universalismo Crístico” e “Atlântida” esses códigos se fazem mais presentes. Como disse-nos, Jesus: “Aquele que tiver olhos para ver, que veja”.

Enquanto alguns se debatem com questões menores, discutindo sobre a veracidade ou não dos fatos narrados nos livros, o sábio, no silêncio de seu coração, opta por absorver a essência da mensagem e, por já ter maturidade espiritual, absorve essa essência e deixa escapar de seu rosto um sutil sorriso de satisfação, quando encontra claramente (aos seus olhos) as senhas secretas.

Por meio dessa forma de elaboração dos textos conseguimos atingir a uma variada gama de leitores, falando claramente ao nível consciente e também despertando almas através de reflexões inconscientes. Não há como descrever como isso ocorre no mundo íntimo de cada indivíduo. Ocorre uma mudança na forma de ver e viver o mundo. Simplesmente não há uma resposta consciente para isso.

No livro “Atlântida – No reino das Trevas” falaremos mais sobre essas questões que eram a espinha dorsal tanto da magia branca como da magia negra atlante, que era mental, e não ritualística, como muitos pensam. A magia ritualística surgiu posteriormente no mundo primevo devido a incompreensão aos sofisticados comandos mentais mágicos dos atlantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *