Primeiro teste precoce de Parkinson pode sair em 2017

teste-sangue-parkinson-close

Toda doença diagnosticada com antecedência permite tratamentos mais eficazes e caso não haja cura, pode-se tratar dos sintomas para melhorar a qualidade de vida do paciente.

Uma start-up israelense, chamada BioShai, anunciou que deve começar a vender em 2017 seu “teste de sangue simples”para diagnosticar a doença de Parkinson, antes de os sintomas começarem a aparecer.

O teste de sangue PDx mede mudanças em determinadas moléculas conhecidas por estarem associadas ao Parkinson.

Ele segue a Escala de Avaliação Simples de Parkinson (SPES), uma ferramenta prática para a avaliação de pacientes feita pelo neurologista argentino Martin Rabey, especialista em Parkinson e professor emérito da Escola de Medicina Sackler da Universidade de Tel Aviv – e por colegas dele europeus.

A BioShai está aguardando a liberação de teste na Europa.

Os resultados dos testes podem ser combinados com dados clínicos e proporcionar um diagnóstico mais preciso para ajudar os médicos a decidir sobre o melhor tratamento precoce da doença.

“Ter um diagnóstico em uma fase anterior pode levar a um tratamento mais preciso e uma maior qualidade de vida para o paciente”, diz a CEO da BioShai Jennifer Yarden, que tem doutorado em ciência médica e é CEO e co-fundadora da Curewize Health.

Como

“A estratégia da BioShai é desenvolver o teste para o diagnóstico diferencial da DP (Doença de Parkinson) em pacientes com características motoras da doença semelhantes e, em seguida, desenvolver uma versão modificada do teste para o diagnóstico precoce de pacientes com sintomas pré-motores como diminuição da capacidade olfativa (anosmia) , constipação constante, depressão e distúrbios do sono “, diz Yarden.

“Muitos destes sintomas podem aparecer por outras razões, mas também são considerados. Nosso biomarcador seria específico para o Parkinson. ”

Preço

Ela observa que o custo do exame de sangue PDx, estimado em várias centenas de dólares, é significativamente menos caro do que qualquer teste de imagem disponível e “vai certamente diminuir o custo do diagnóstico”.

“Oferecer um teste simples e barato para o diagnóstico de Parkinson é considerado essencial para o desenvolvimento de terapia neuroprotectora”, explica ela, “porque no momento em que um paciente tem muitos sintomas de movimento associados ao Parkinson, a maioria dos neurônios produtores de dopamina são perdidos ou ficam prejudicados pela doença. ”

Enquanto outras empresas estão trabalhando para um exame de sangue para DP, ela acrescenta: “Nosso teste é único e esperamos ser o primeiro no mercado.”

A pesquisa

“Nós estudamos 400 pacientes, divididos em dois estágios. A primeira etapa é para a criação de um teste comercial baseado nas descobertas do Prof. Youdim, e a segunda etapa é a validação “, diz ela.

“Nós também estamos completando uma análise em amostras retrospectivas do “Parkinson Progression Markers Initiative”,  estudo liderado pela Michael J. Fox Foundation.

FONTE: http://www.sonoticiaboa.com.br/2016/11/20/primeiro-teste-precoce-de-parkinson-pode-sair-em-2017/

FONTE: http://www.israel21c.org/worlds-first-blood-test-to-aid-diagnosis-of-parkinsons/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *