Notícia da Semana – Surfista sem braço, que teve sua vida retratada em filme, ganha campeonato mundial pela primeira vez

Gláucia Andare
Colaboração : Eloisa Soares Marcolin – Universalismo Crístico – Canoas – RS.
São Paulo, 02 de abril de 2014

Todos os dias encontramos inúmeros obstáculos em nossas vidas.  E se não tivermos maturidade para entender que estes obstáculos acontecem com o objetivo de nós ensinar a sermos reflexivos, para transformar nossas emoções, atitudes, formas de pensamentos, eles continuam acontecendo como um padrão de repetição  até que despertemos para a realidade que ele quer nos mostrar.

Estamos acostumados a culpar a vida, Deus, os outros por tudo de ruim que nós acontece. Alguns até consegue superar as crises, outros, porém se enveredam ainda mais para um poço sem fundo, que faz com que este padrão de repetição se torne eterno. E o sofrimento advindo deste estado de  espírito, um conto infernal de dores , horrores , injustiças divinas e fracassos. Às vezes, chegando até a loucura da extinção da própria vida.

Por esta razão necessitamos despertar para a realidade da alma, da existência de uma força que nós suplica, para abrirmos os olhos e começarmos a nos amarmos de uma forma desapegada e suave  para que tenhamos força suficiente para superarmos as provas da vida e sairmos vencedores como a desportista desta matéria sugerida pela nossa amiga Eloisa de Canoas – RS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *