Notícia da Semana – Renomado cientista cria teoria que pode abrir portas para o estudo da reencarnação.

Um livro publicado pelo cientista Robert Lanza, abre novas perspectivas sobre nossa noção de vida e morte. Sua obra, chamada “O biocentrismo: Como a vida e a consciência são as chaves para entender a natureza do Universo”, sugere que a vida não acaba quando o corpo morre e poderia durar para sempre.

Lanza, especialista em medicina regenerativa e diretor científico da Advanced Cell Technology Company, também estuda física, mecânica quântica e astrofísica. A partir desta mistura de conhecimentos, ele formulou a teoria do biocentrismo, em que defende que a nossa consciência cria o Universo material e não o contrário.

Lanza acredita que o Universo parece conspirar para a existência da vida, o que significaria que a inteligência seria anterior ao Universo. Desta maneira, sua teoria sugere que não há morte da consciência. O que há é apenas a morte do corpo, que seria um veículo físico desta consciência, que existe fora das restrições de tempo e espaço. Para adicionar mais ingredientes à polêmica teoria, Lanza, assim como vários pesquisadores, acredita que múltiplos universos (multi-universo) podem existir simultaneamente. Desta forma, o corpo poderia estar morto em um universo e continuar a existir em outro, absorvendo essa suposta consciência migratória. A consciência, ou pelo menos proto consciência, é teorizada por este grupo de pesquisadores como propriedade fundamental do Universo. “Em uma dessas experiências conscientes, comprova-se que o proto esquema é uma propriedade básica da realidade física acessível a um processo quântico associado com atividade cerebral.”, diz Lanza.

De acordo com cientistas que pesquisam o assunto, as informações quânticas de nossa consciência estariam armazenadas em microtúbulos do nosso corpo. Quando morremos, esta informação não é destruída, mas distribuída e dissipada pelo Universo, ou em vários deles.

Fonte: The History Channel

Leia a notícia na íntegra neste link.

2 Responses
  • Hadio
    fev 2, 2015

    Concordo que deve haver uma prova física que exista a visa após a morte, mas esse papo de multi-universo, acho impossível que exista. De certa forma acho que a humanidade está longe de estar pronta para saber se a reencarnação de fato existe ou não, imagina se Stálin está reencarnado em uma família humilde, e possui problemas de locomoção e etc… Se por alguma eventual técnica descobrissem o destino do cara hoje, fatalmente seria morto, impedindo a sua regeneração ou algo do tipo. Isso é um mero exemplo, do porque as vezes a humanidade não deve saber de tudo…

    [Reply]

    Hadio fev 2, 2015
    Responder
  • Marcos Ogata
    fev 2, 2015

    Teoria bem interessante, mas até onde entendi essa teoria não considera a preservação da individualidade da consciência. A teoria diz que a consciência pós-morte se dissipa no Universo como um todo…

    [Reply]

    Marcos Ogata fev 2, 2015
    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *