Notícia da Semana – Britânicos descobrem como lavar muita roupa com pouca água

Surgiu no Reino Unido um método de lavagem de roupas com o qual é possível economizar drasticamente a quantidade de água, energia e sabão usados durante o processo.

A ideia, que apareceu na Universidade de Leeds, consiste em trocar a maior parte dos ingredientes comuns por milhões de pequenas gotas de polímero, que são reutilizáveis e capazes de absorver manchas e odores das roupas. Criou-se a partir disso a máquina Xeros, que também dá nome à empresa por trás do processo.

Essa máquina adiciona o polímero ao ciclo de lavagem junto com pouco mais de um copo d’água e algumas gotas de um sabão especial, também criado pela Xeros. Uma vez em ação, as gotas de polímero se tornam polarizadas e atraem as partículas de sujeira, então cria-se um lamaçal que é sugado e as gotas são separadas para ser reutilizadas – e apenas cerca de uma dúzia delas acabam ficando entre as roupas.

xeros-how-it-works-625x625 (1)

As vantagens do método são inúmeras. Além de economizar 90% da água, apenas uma fração mínima de energia é necessária e os polímeros podem ser usados em 500 lavagens antes de precisarem ser trocados. E eles ainda são recicláveis.

De acordo com a Xeros, se todos os britânicos adotassem seu método, algo em torno de 7 milhões de toneladas de água seriam poupados por semana.

Em entrevista ao Digital Trends, os responsáveis pela empresa explicaram que o método surgiu por acaso, pois os pesquisadores da Universidade de Leeds estudavam formas de fixar melhor os corantes aos tecidos, mas descobriram que o polímero faz o contrário. Até por isso, nesse tipo de lavagem é possível misturar roupas coloridas e brancas sem que nada saia manchado.

A má notícia é que por enquanto a Xeros está focada no mercado corporativo, entregando máquinas para hotéis e lavanderias. Eles estão desenvolvendo modelos para uso doméstico, mas ainda não há prazo para isso.

Colaboração: Gláucia Andare – Universalismo Crístico Campinas 

Fonte: Veja aqui

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *