Notícia da Semana – Escolas indianas terão matéria para ensinar estudantes sobre compaixão animal

India_compaixao_animal

“É dito que quando você ensina uma criança a ser gentil com um rato, você ajuda tanto a criança como também o rato”, diz Puja Mahajan, coordenador sênior de educação da PETA Índia. “Respeito e compaixão são vitais porque são essenciais ao esforço de minimizar a violência na sociedade em geral”.

A maioria das crianças naturalmente sente preocupação e afeição pelos animais, mas aprendem a crueldade da sociedade, e frequentemente perdem sua compaixão. Uma falta de respeito por outras espécies pode ser traduzida em insensibilidade e crueldade para com humanos também. É muito bem documentado por psicólogos, sociólogos e oficiais da lei que a violência contra animais por crianças é frequentemente um sinal de aviso para futuros atos de violência contra humanos. A educação humanitária pode ajudar a garantir um futuro onde animais, o ambiente onde eles vivem, e os humanos são tratados com respeito.

O programa consiste em um guia para o professor, folhas de atividades, uma unidade de leitura com adaptações de histórias verídicas de animais, e um vídeo de 28 minutos. Ele pode facilmente ser incluído no programa escolar em línguas, ciência, estudos sociais, e temas sobre educação ambiental. ‘Cidadão Compassivo’ é também perfeito para uso em clubes escolares de direitos animais e ambientais.

Este programa já está sendo utilizado voluntariamente em cerca de 25.000 escolas públicas e privadas, chegando até 5 milhões de crianças ao redor da Índia.

Fonte: IBN Live

_____________________________________________

Cada vez mais a humanidade compreenderá que todos os seres, de todas as espécies, são irmãos de caminhada, formando uma rede onde todos colaboram mutuamente para o progresso do todo. Os seres humanos são os irmãos mais velhos que tem a responsabilidade de cuidar do bem estar e da felicidade de seus irmãos mais novos: os animais, as plantas e toda a natureza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *