Vibração Coletiva (26/07/2017) – Chamados Divinos

Chamados Divinos: Você os percebe? 

Convidamos a todos nessa semana a refletir sobre chamados divinos, são muitos os chamados e oportunidades que temos diante de nossa existência terrena, mas infelizmente não os enxergamos como deveríamos. Se você está pensando que nunca ocorreu esse chamado “mágico” com você é porque ainda não percebeu o quanto você é abençoado e amado por Deus e por todo o universo… 

Vivemos um cotidiano agitado e por muitas vezes hipnotizador, onde não se encaixa tempo para pensarmos sobre a vida, mas o nosso Pai nos criou tão perfeitos, que quando não encontramos conscientemente um momento para refletir, o nosso corpo faz com que o encontremos. Esse tempo exigido para você mesmo, pode aparecer através de uma doença em seu corpo ou em entes queridos, problemas no trabalho, com amigos, família, etc. É a famosa frase que conhecemos que se não aprendemos pelo amor, a lei de causa e efeito fará com que aprendamos pela dor.

As dúvidas, as doenças, os problemas surgem como bênçãos que nos fazem refletir sobre a nossa caminhada, sobre nossos objetivos. São eles que geram nossos conflitos existenciais, que independente da causa geradora, sempre tem um único objetivo, nos religar com o nosso próprio eu, com o divino que temos dentro de nós. Quando entramos em conflitos, nos obrigamos a refletir sobre nossas reais motivações, sobre os porquês de cada coisa, sobre os porquês da nossa existência.

Podemos nomear essas crises em nossas vidas de chamados divinos. Recebemos esses chamados quase que diariamente, são avisos, sinais, mas nem sempre estamos preparados para ouví-los, ou se o seguimos, dificilmente atribuímos a um auxílio divino. Esse divino que falamos, não se refere a Deus propriamente dito, mas aos seres imortais que somos e que existem em todo o universo trabalhando em prol de nosso bem e de nossa evolução. Como disse Willian Shakespeare: Existem mais coisas entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia.

Tudo se tornará mais fácil se entendermos o que há muito tempo já nos foi passado: Não é o que a vida fez com você é o que você fez com aquilo que a vida fez com você. A escolha estará SEMPRE em nossas mãos. O que a vida nos proporciona SEMPRE será resultado das nossas atitudes e escolhas, portanto temos que assumir as nossas vidas. Peça opinião de quem ama para que você se norteie, pois se o resultado não está bom é porque podemos estar fazendo escolhas equivocadas, mas não fuja da sua essência! Temos que achar o equilíbrio, se você se basear SEMPRE pelo o que os outros dizem, só para fugir da responsabilidade que é sua, mesmo assim sofrerá as consequências de suas atitudes, mesmo que o “mandante” não seja você, você o fez, então responderá pelos seus atos.

Não foque sua energia no problema e sim na solução. Não assuma o papel de vítima, lembremos que dificuldades todos temos, elas são os chamados que recebemos diariamente para que acordemos, se algo não está bom, então vamos corrigir, o que estamos fazendo para que as dificuldades se dissolvam? Reclamar só faz com que o problema se torne ainda maior, mas agir, diminui ou até soluciona o problema, além de nos presentear com mais um degrau que subimos em direção de nossa evolução.

Que tenhamos sempre tempo para refletir e ouvir os chamados divinos, assim aprenderemos a utilizar o nosso lado humano e domaremos o nosso lado animal, conseguindo assim optar pela porta estreita e não pela porta larga. Quando ouvimos a frase de que muitos são os chamados, mas poucos são os escolhidos, o chamado vem de Deus, mas a escolha de que caminho seguir é nossa, SOMOS NÓS QUE ESCOLHEMOS!!!

Paz e luz a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *