Vibração Coletiva (12/12/2018) – Contemplação

Contemplação

Queridos irmãos de caminhada, vamos meditar nesta semana sobre a Contemplação da Obra Divina, a Vida e a sua totalidade.

Mensurar a grandiosidade da criação de Deus o Criador é elevar vibrações positivas de paz e harmonia a toda atmosfera terrestre, é perceber o quanto a vida é maravilhosa e grandiosa comparado aos nossos pequenos problemas cotidianos.

Vivemos em uma vida de corridas frenéticas em busca de coisas materiais transitórias e deixamos de lado a arte de parar e admirar as belezas naturais da criação.

Contemplação também é uma das faces da meditação. Parar por alguns segundos ou uns poucos minutinhos que seja, para apreciar um pôr do sol ou o nascer do sol, um pássaro a voar, uma árvore, uma planta, uma flor, um inseto qual seja e em todos eles verificaremos uma centelha divina, a maravilha da criação! E em todos estes momentos encontraremos a paz, o amor, a beleza da vida abundante e como tudo está conectado, somos todos um.

É importante que resgatemos este saudável hábito para as nossas vidas novamente, nos distrair mais nestas coisas que o dinheiro não compra, soltar por alguns poucos segundos ou minutos aquilo que nos aflige, muitas das vezes as respostas que precisamos vêm para nós nestas pequenas pausas e distrações momentâneas, pois mudamos o foco pesado em que nos encontramos para estarmos na leveza da frequência da vida onde o Criador opera.

Precisamos de pequenas pausas em nossas tarefas cotidianas, pois sem elas as doenças se instalam em nossa alma manifestando-se em nosso veículo físico e então adoecemos. É necessário que exista o equilíbrio em nossas vidas, tudo que é demais ou de menos não faz bem. Equilíbrio sempre, gravemos isso irmãos.

Admiremo-nos também, como partes integrantes da criação divina, somos belos, pois em essência somos a imagem e semelhança do próprio Criador.

“A arte é a contemplação; é o prazer do espírito que penetra a natureza e descobre que a natureza também tem alma. É a missão mais sublime do homem, pois é o exercício do pensamento que busca compreender o universo, e fazer com que os outros o compreendam.” Auguste Rodin.

Que possamos perceber as maravilhas em nossas vidas.

Paz e Luz a Todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *