Vibração Coletiva (08.10.2014) – O papel da infância em nossa existência

Nessa semana especial, convidamos a todos a refletir sobre a fase em que somos a representação mais pura de nosso Pai em nossa existência do mundo material. A fase da infância.

As datas comemorativas em nossa sociedade perdem o sentido quando a tratamos somente de forma comercial, quando ouvimos que o dia das crianças se aproxima, logo já pensamos: CRIANÇAS = BRINQUEDO, qual presente vou comprar esse ano para fulano? Qual brinquedo que ele vai querer?

Compramos um brinquedo e entregamos para que a criança brinque com outras crianças ou mesmo sozinha em algum canto, enquanto nós adultos conversamos com outros adultos sem dar a mínima atenção para os eles. Porque não podemos aprender nesse dia especial com a fase iluminada em que vivem os nossos pequenos a ser mais alegres, mais puros, a dar mais valor para as pequenas coisas? Se permitam sorrir, amar, correr, brincar, se agirmos assim, se interagirmos com nossas crianças, faremos os dias delas muito mais alegres e ainda por cima os maiores beneficiados serão nós mesmos. Vamos sair um pouco do papel de educador e permitir que sejamos também alunos de nossos filhos e de nossas crianças, eles também tem muito a nos ensinar.

Em uma sociedade consumista, onde TER é visto como mais importante que SER, transferimos para as crianças tudo aquilo que mesmo achando errado, nós alimentamos , fazendo com que os círculos viciosos de condutas com valores invertidos nunca se quebrem. Se sabemos que algo está errado e não podemos mudar o todo, podemos mudar a nós mesmos, em seguida a nossa família e assim por diante. As mudanças de cunho espiritual ocorrem de dentro para fora e não de fora para dentro, não adianta continuarmos reclamando do governo, que criou uma sociedade que só pensa em consumo e em bens materiais, se essa sociedade é formada por pessoas e essas pessoas somos nós mesmos! Nós todos que a formamos para que ela exista e se mantenha da forma em que se encontra hoje.

Essas datas muito servem para que possamos refletir, mas não no que vamos comprar e sim refletir no que a data quer dizer. Afinal, o que é ser uma criança?Para que serve a infância em nosso mundo material?

A criança somos nós, seres espirituais em desenvolvimento em uma fase onde nosso corpo carnal nos oferece limitações. Isso ocorre por que nosso Pai em sua total perfeição nos oferece a oportunidade de resgatar débitos do passado com aqueles seres com quem precisamos nos desenvolver. O filho escolhe os pais que quer ter, de acordo com a prova que tem que passar nessa existência, só que seria muito difícil de tudo isso ocorrer se já chegássemos nessa vida com todas as nossas faculdades desenvolvidas, com todas as tendências a desvios morais e vícios chegando latentes junto com a nossa chegada ao plano físico.  Imaginem se o mecanismo fosse outro, você resolve ter um filho e esse filho já chega na Terra completamente formado, caráter, personalidade, forma física de adulto… Vocês acreditam que teria alguma chance de moldar esse ser para algum tipo de evolução onde ele seguisse os passos dos pais? Em nosso plano terreno que ainda é de provas e expiações, onde ainda reencarnam seres de baixo quilate espiritual, seria praticamente impossível praticar alguma mudança em seres que já chegassem com toda a sua bagagem desenvolvida.

É para isso que ainda necessitamos dessa fase linda e pura da infância, é onde somos lapidados por nossos tutores, de acordo com o que eles têm a nos ensinar, é uma missão de via dupla, recebemos e doamos. Ontem nós maltratamos e hoje recebemos como filhos com todas as tendências que ajudamos a criar em vidas passadas, para cuidar, ensinar e amar. Ontem nós abandamos e hoje pode ser que também sejamos abandonados para sermos entregues aos cuidados de quem escolheu nos amar e nos cuidar nessa vida. Cada caso é um caso, mas tudo dentro da mesma lei de causa e efeito, o plantio é livre, mas a colheita é obrigatória. Deus não pune e nem beneficia ninguém, somos nós que o fazemos, de acordo com as nossas escolhas.

Como dizia nosso homem amor, o grandioso Chico Xavier… Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim!!!

A partir dessa frase maravilhosa convidamos a todos a voltar no tempo mentalmente… Pense em sua infância, na época de sua maior pureza nessa existência, reflita sobre o que você passou, sobre o que aprendeu, sobre todas as alegrias e todas as dores. Agora ao invés de deixar as dores para trás, traga elas junto com as alegrias, SIIMMM, é isso mesmo!!! Traga as suas dores para o hoje, porque em sua infância você não tinha o entendimento, mas HOJE VOCÊ TÊM !!!Hoje você tem capacidade de trabalhá-las e enxergar que elas foram os degraus que te fizeram chegar até aqui, que as pessoas que te magoaram foram também os teus maiores professores, e entenderá que não podemos esperar dos outros o que nós faríamos, estaremos nos sabotando e criando falsas expectativas, pois o outro só pode nos dar o que ele têm e não o que queremos que ele nos dê. Então agora muito mais maduros dissolvemos as dores no crivo da razão, do entendimento e do amor ao próximo, pois se amamos ao próximo, nós o entendemos e o identificamos com os seus defeitos, aceitamos as suas limitações e o seu grau evolutivo. Agora você está bem mais leve, conseguindo valorizar os sofrimentos como oportunidades de crescimento, deixando muito mais espaço para relembrar as alegrias, assim poderá utilizá-las como exemplo para transmiti-las a todos os seres que estão ao seu lado e ajudando a todos a reviverem a sua criança interior!!!

Fechamos nossa reflexão semanal com uma dica: Você tem alguma criança para presentear? Então diga que esse ano será diferente, que vocês passarão um tempinho juntos e que construirão um brinquedo, inventem e reinventem, se divirtam, sorriam, assim você estará presenteando-a com o seu amor, seu carinho e sua atenção e isso ela jamais esquecerá, ficará gravado em sua mente, que você fez parte do seu crescimento e da sua formação de caráter para sempre. Criança vê, criança aprende! Dê o exemplo, não deixando que a sua criança interior morra dentro de você, transborde amor e alegria sempre que puder!!!

Paz e Luz a todas as crianças exteriores e interiores de todo o universo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *