Roger Responde 218 – Como conviver com ataques ao Universalismo Crístico? Como você lida com isso e como devemos lidar também?

218 – Pergunta (07/04/2014): Roger, Boa tarde! Eu e meu marido estamos gostando muito dos seus livros, lemos Akhenaton, História de um Anjo, os dois livros sobre Moisés, me identifico muito com essa ideia de Universalismo, sempre achei que o mundo só vai melhorar quando as religiões se unirem e sempre torci que a ciência oficial comprovasse de uma vez por todas a reencarnação para que as religiões não tivessem mais como nega-la. Como o Universalismo Crístico deve incomodar bastante os espíritos trevosos, creio que você deve receber muitos ataques, inclusive eu verifiquei que tem uma pessoa na internet que se dedica a escrever longos textos falando mal do espírito Ramatis e do Universalismo também. Como você lida com esses ataques? Eu pergunto, pois mesmo não tendo uma missão grande como a sua sinto resistência das pessoas com quem convivo no meu dia-a-dia sobre qualquer ideia mais espiritualizada e sinto também uma influencia espiritual pesada quando leio determinados livros espíritas, por vezes tenho muita dificuldade em lidar com isso. Obrigada!

Roger: Obrigado pelo apoio ao Universalismo Crístico. É o apoio das pessoas de Bem, que desejam construir um mundo melhor, que dá forças aos colaboradores do Universalismo Crístico a seguirem firmes na busca da concretização deste ideal. Sem dúvida, é interessante analisar como a influência das trevas consegue atingir de forma mais intensa o meio espírita e espiritualista em geral do que os ateus ou adeptos de outras religiões. Talvez por lerem o mesmo segmento de livros e desejarem estabelecer a “sua verdade” sobre todos do mesmo meio comum.

Desde o último livro “Universalismo Crístico Avançado” decidimos nos preocupar mais com as mudanças internas que precisamos promover para tornarmos pessoas melhores, do que apenas discutir crenças. Mesmo assim, algumas pessoas ainda devotam as suas vidas a atacar e condenar de forma feroz, em vez de realizarem um trabalho pelo bem de seus semelhantes. Se alguém não gosta ou não acredita em algo, tudo bem, apenas não perca tempo com isto. Creio em ações construtivas. Jamais dedicaria um dia de minha vida a atacar crenças alheias. Prefiro construir ações que realmente modifiquem as pessoas para se tornarem melhores, independente daquilo em que acreditam. Uma prova disso são as polêmicas das últimas semanas sobre os Ovni’s. Os irmãos que creem na presença física de et´s na Terra merecem todo o meu respeito, apesar de eu crer que a ação de extraterrestres ocorra somente na dimensão espiritual. Mas isto não é relevante. O importante é estarmos juntos no trabalho de expandir a força do amor e dos valores crísticos em nosso mundo.

E, definitivamente, procuro não me preocupar mais com os ataques ao UC promovidos por marionetes das trevas. Creio firmemente na proteção de Hermes e de nossa equipe espiritual e não posso povoar os meus pensamentos com medos e ameaças. Devemos ocupar as nossas mentes e corações com o amor e a sabedoria para estarmos em sintonia com as altas esferas espirituais da Terra e assim trazermos, juntos, mensagens de luz. E no que diz respeito às pessoas que resistem a qualquer ideia espiritualizada, dê tempo ao tempo, querida irmã. A semente está plantada. Elas sempre estarão cientes das ideias que te movem e, principalmente, o quanto estas ideias te tornam uma pessoa melhor e mais segura. Na maioria das vezes, o nosso exemplo diário é mais forte que o nosso discurso mais inflamado.

Creio que aqueles que já conseguiram perceber a essência da mensagem do Universalismo Crístico também pensam assim. Não é uma luta entre o Bem e o mal, mas sim do Conhecimento contra a ignorância, como afirmou Buda. Portanto, precisamos consolidar a nossa reforma interior, através de poderosa revolução interna, e depois apenas ocuparmo-nos de espargir luz ao nosso redor, através de ações e conceitos voltados para o Bem. Isso já é suficiente para darmos uma boa contribuição à obra de Deus. E que o Espírito Criador nos abençoe nessa maravilhosa tarefa.

7 Responses
  • Mary
    abr 7, 2014

    Pergunta maravilhosa e resposta mais q esclarecedora…….obrigada a qm perguntou e a vc. Roger q nos.deu mais um dica q o bm de dentro dde cada um. de nos e o que nos fortalece. abraços apertados a tds

    [Reply]

    Mary abr 7, 2014
    Responder
  • RICARDO IRAN
    abr 7, 2014

    Qualquer obra existente nesse mundo, com o objetivo de evoluir o homem, seja na parte
    material ou espirítual sempre ha de sofrer ataque por parte daqueles que se encontram
    no estágio da ignorância, do esgoismo e da persividade…

    O que mais sofreu perseguição ,foi o que mais Amou a humanidade… desde o seu nascimento , ja estava condenado a morte . Até antes de descer até ao seio impiedoso dos homens ja existia um plano para derrotar a sua missão !

    Todo aquele que engressar no ato corajoso da luta por um mundo melhor, ha de sofrer ataques por parte da escuridão. Inclusive bem antes do início de um projeto afim
    de trazer esclarecimentos ao progresso da alma, existe todo um processo para executar a proteção ao espírito que irá encarnar para a sua missão,..por parte dos seus mentores

    Nossa esperança nunca será finita,..pois vemos por toda a história que o mal nunca venceu o bem !

    [Reply]

    RICARDO IRAN abr 7, 2014
    Responder
  • José luiz
    abr 7, 2014

    Muito boa a pergunta! É assim mesmo, “sofro” a mesma coisa. No meu caso eu já emprestei ou mesmo dei de presente livros de Ramatís ou mesmo psicografados do nosso irmão Roger a pessoas que se diziam bastante interessadas em saber mais sobre espiritualidade e… Subitamente elas se desinteressaram totalmente sobre o tema, sequer terminaram de ler os livros e outras ainda dizem que pararam de ler porque começaram a ter pesadelos. Só me resta eu mesmo continuar estudando.

    [Reply]

    José luiz abr 7, 2014
    Responder
  • Glênia Lidce de Tompa
    abr 7, 2014

    Realmente uma pergunta complexa para uma resposta simples e direta, que nos faz refletir sobre o Universalismo e nosso conforto com o mesmo. Realmente gostariamos q mais pessoas em nossa volta ao menos tentassem ver…… mas o tempo é a melhor solução, continuemos no melhor caminho que tudo irá se clarear.Muito obrigada por ter descoberto o Universalismo ele está me fazendo querer ser melhor a cada dia.Deus o abençoe Roger e amigos espirituais o envolvam com muita luz por ter me dado a oportunidade de conhecê-los.Abraços a todos

    [Reply]

    Glênia Lidce de Tompa abr 7, 2014
    Responder
  • Osmar Matos
    abr 9, 2014

    Conheço várias pessoas que tiveram formação materialista e que mesmo assim são pessoas maravilhosas no tocante a prática de bem coletivo. Sou um apaixonado pela filosofia espiritualista e em particular ao trabalho do Roger que nos presenteou com os ensinamentos do irmão Hermes. Entretanto, não condeno ninguém por considerar minha visão de mundo, algo fantasioso.
    O ato de acreditar em algo que merece uma reflexão por parte de todos, independente de sermos céticos ou não.

    [Reply]

    Osmar Matos abr 9, 2014
    Responder
  • marcia
    maio 3, 2014

    Queridos irmãos,

    Acabei de ler A história de um anjo. Estou maravilhada. Sempre fui católica e espírita, e sempre sofri com essa divisão de valores que impede as pessoas de progredirem. Mas agora estou emocionada e muito feliz em saber que este é o caminho certo. Que bênçao de Deus! Tenho certeza que o Universalismo Crístico já venceu. Saudações a todos.

    [Reply]

    marcia maio 3, 2014
    Responder
  • maio 3, 2014

    Universalismo Crístico já! Sempre fui católica e espírita e sempre achei essa divisão horrível, pois acreditar na reencarnação foi muito fácil. É muito bom sabermos que sempre teremos uma nova oportunidade em uma nova vida. Acabei de ler A história de um anjo. Estou maravilhada. E é só nisso que penso. Na vida nova que um dia alcançaremos. Saudações a todos. O bem sempre vence e o amor há de triunfar em todos os corações.

    [Reply]

    marcia maio 3, 2014
    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *