Presos doam 1,5 toneladas de comida e roupas a vitimas de enchentes

PRESOS DOAÇÃO

Presos doaram mais de 1,5 tonelada de comida e 800 peças de roupa para moradores da Zona da Mata e Agreste do estado de Pernambuco, que sofrem com as enchentes. Mais de 43 mil pessoas continuam fora de casa e pelo menos 6 morreram.

Os detentos dos presídios Juiz Antônio Luiz Lins de Barros (Pjallb), no Recife, e de Igarassu (PIG), na Região Metropolitana, doaram todos os materiais que receberam dos familiares, na visita de sábado (3).

Eles também mandaram produtos de higiene pessoal e outros insumos.

As doações foram levadas ao Quartel do Derby, no Centro do Recife, um dos pontos de arrecadação da Defesa Civil.

Elas seguirão para os municípios atingidos pelas chuvas.

De acordo com a Defesa Civil, em todo o estado, há 3.664 desabrigados, que foram encaminhados a prédios públicos, e 40.106 desalojados, que estão abrigados em casas de parentes ou amigos.

Fazendo pães

Na quinta-feira (1º), detentos de unidades do sistema penitenciário de Pernambuco começaram a produzir pães para distribuir para vítimas das chuvas e enchentes no estado.

De acordo com a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), 35 presidiários estão trabalhando nas cozinhas industriais para fabricar os alimentos que serão enviados a dez municípios.

Estão envolvidos na produção dos pães detentos das três unidades prisionais do Complexo Prisional do Curado, na Zona Oeste do Recife.

Também participam reeducandos do Centro Regional do Agreste (CRA), em Canhotinho, no Agreste, do Presídio Romildo da Rocha Leão (PRRL), em Palmares; na Mata Sul, além de presidiários do Presídio Juiz Plácido de Souza (PJPS), em Caruaru, no Agreste.

Desde o dia 27 de maio a chuva castiga várias regiões do estado, provocando enchentes de rios e deslizamentos de barreiras.

27 cidades estão em estado de emergência.

 

 

fontes: http://www.sonoticiaboa.com.br/2017/06/07/presos-doam-15-t-comida-roupas-vitimas-enchentes/

http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/presidiarios-doam-roupas-e-alimentos-para-vitimas-de-enchentes-em-pernambuco.ghtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *