Author Equipe UC

Muitos criticam o assistencialismo, como o câncer dos problemas sociais, que acarretam aos pedintes necessitados, o estado de comodismo e conformismo, entre outros problemas.

Através desta ação do bem, esta mãe, nova iorquina; matéria que poderá ser lida neste link; ensina ao filho a importância do desapego e da empatia para com as dificuldades alheias.

Ensina desapegar-se dos bens materiais e compartilhar do pouco e/ou muito que se tem, em benefício dos que nada tem. Evitando que o egoismo se alastre em sua personalidade.

Ensina a empatia em não julgar a condição social em que o outro se encontra. Colocando-se no  lugar do outro, e buscando talvez, alternativas para ajudá-los a mudar seu status de necessitados para autossuficientes.

Esta forma de educar, faz com que a criança desenvolva valores morais e comportamentais, que lhe ajudaram a desenvolver uma consciência mais humanitária.

E espiritualizar-se é humanizar-se e vice- versa.

Deixo para reflexão desta notícia da semana, uma citação do livro: - A Nova Era - Autor: Roger Bottini Paranhos, -pág: 144

 PERGUNTA: A humanidade do Terceiro Milénio, então, vai voltar-se para a caridade e socorrerá os povos menos desenvolvidos que hoje vivem na miséria, assim como o gran­de número de pessoas que sobrevivem em um cenário de exclusão social na grande maioria das nações do mundo?

HERMES: — Na verdade, essa é uma tarefa que deveria ser executada pela atual humanidade, mas como os encarna­dos deste final de ciclo evolutivo se escravizaram aos seus interesses pessoais, essa será uma medida a ser executada pelos eleitos da Nova Era, até que a indiferença e a miséria sejam erradicadas da face da Terra. Mas deve ficar claro que não haverá um assistencialismo pura e simplesmente. Em um primeiro momento os excluídos serão socorridos, mas imedia­tamente haverá um processo de educação e profissionalização dessas pessoas para que elas possam "caminhar pelas próprias pernas". Todos somos filhos de Deus com igual potencial; o que falte à humanidade atual é igualdade de oportunidades. Como a humanidade da Nova Era não desejará "escravizar" os mais fracos, mantendo-os na ignorância e na pobreza, teremos um esforço mundial para auxiliar no desenvolvimento e na instru­ção dos deserdados da sorte, porque todos devem gerar riqueza para o conjunto, e não serem um peso extra. Só assim a Terra terá uma sociedade moderna e desenvolvida como os demais mundos do Universo que já ingressaram nesse futuro estágio em que o nosso planeta está adentrando.

Notícia da Semana – Mãe e filho de 4 anos criam refeições veganas para as distribuir para moradores de rua

Muitos criticam o assistencialismo, como o câncer dos problemas sociais, que acarretam aos pedintes necessitados, o estado de comodismo e conformismo, entre outros problemas.

Através desta ação do bem, esta mãe, nova iorquina; matéria que poderá ser lida neste link; ensina ao filho a importância do desapego e da empatia para com as dificuldades alheias.

Ensina desapegar-se dos bens materiais e compartilhar do pouco e/ou muito que se tem, em benefício dos que nada tem. Evitando que o egoismo se alastre em sua personalidade.

Ensina a empatia em não julgar a condição social em que o outro se encontra. Colocando-se no  lugar do outro, e buscando talvez, alternativas para ajudá-los a mudar seu status de necessitados para autossuficientes.

Esta forma de educar, faz com que a criança desenvolva valores morais e comportamentais, que lhe ajudaram a desenvolver uma consciência mais humanitária.

E espiritualizar-se é humanizar-se e vice- versa.

Deixo para reflexão desta notícia da semana, uma citação do livro: – A Nova Era – Autor: Roger Bottini Paranhos, -pág: 144

 PERGUNTA: A humanidade do Terceiro Milénio, então, vai voltar-se para a caridade e socorrerá os povos menos desenvolvidos que hoje vivem na miséria, assim como o gran­de número de pessoas que sobrevivem em um cenário de exclusão social na grande maioria das nações do mundo?

HERMES: — Na verdade, essa é uma tarefa que deveria ser executada pela atual humanidade, mas como os encarna­dos deste final de ciclo evolutivo se escravizaram aos seus interesses pessoais, essa será uma medida a ser executada pelos eleitos da Nova Era, até que a indiferença e a miséria sejam erradicadas da face da Terra. Mas deve ficar claro que não haverá um assistencialismo pura e simplesmente. Em um primeiro momento os excluídos serão socorridos, mas imedia­tamente haverá um processo de educação e profissionalização dessas pessoas para que elas possam “caminhar pelas próprias pernas”. Todos somos filhos de Deus com igual potencial; o que falte à humanidade atual é igualdade de oportunidades. Como a humanidade da Nova Era não desejará “escravizar” os mais fracos, mantendo-os na ignorância e na pobreza, teremos um esforço mundial para auxiliar no desenvolvimento e na instru­ção dos deserdados da sorte, porque todos devem gerar riqueza para o conjunto, e não serem um peso extra. Só assim a Terra terá uma sociedade moderna e desenvolvida como os demais mundos do Universo que já ingressaram nesse futuro estágio em que o nosso planeta está adentrando.

Notícia da Semana – Alunos cancelam viagem de formatura e usam dinheiro para bancar tratamento contra câncer de professora

A mais eficiente e eficaz forma de educar é através dos exemplos. Este foi o resultado obtido por uma professora americana, que se encontra com problemas de saúde grave, obteve de seus alunos preste a se formar. Todos resolveram doar todo o dinheiro arrecado para a formatura, para auxiliar em seu tratamento.

Segundo declarações dos alunos:”— Ela nos deu tanto que nós só queríamos retribuir esse favor — Ian Baker revelou ao WMUR —  Ela se importa muito e não é nem um pouco egoísta e nós queríamos ter essa postura também. “

Este exemplo, demonstra o quanto é importante, e possível, alimentarmos o bem e mudarmos o panorama comportamental da sociedade em que vivemos.

E não precisamos de políticos, governos, gurus e muito menos de leis.

Precisamos apenas alinhar o nosso coração, com o pensamento positivo, com a educação de valores morais e éticos, bons exemplos, e muita força de vontade em querer fazer algo de bom.

Saiba mais acessando este link

Notícia da Semana – Nova bateria promete criar casas autônomas

Problemas como o aquecimento global, rios com baixos volumes de água, e uma previsão futurística catastrófica, como foi abordado no tema do filme “MAD MAX”, assombra a população global há alguns anos.

Mas, o homem apesar de ser vitimista, tem a capacidade de reverter está situação. É o que faz algumas linhas de pesquisa, que focam seus trabalhos neste sentindo, como o empresário e inventor sul-africano Elon Reeve Musk.

Ele trabalha em um projeto, onde irá criar uma bateria, que aprisionará a energia limpa e ininterrupta do Sol numa caixa discreta e elegante, conhecida como a Powerwall.

Esse projeto irá revolucionar o consumo de energia elétrica no planeta, como também preservar a fauna, a flora e evitar a descaracterização do solo, onde são construídas as colossais hidrelétricas, caso ele consiga atingir as metas e parcerias do projeto.

Este é um dos perfis, que predominará daqui para frente. Pessoas com uma consciência humanitária, engajadas em desenvolver tecnologias em prol do bem comum, principalmente preservando, e evitando degradar a saúde do planeta.

Para conhecer mais, sobre o projeto acesse o link da folha de São Paulo

 

 

Notícia da Semana – Escola com 50 alunos em Paraty (RJ) aboliu disciplinas e provas.

O atual modelo educacional da Finlândia promoveu uma revolução, que a muito é necessário, e poucos possuem coragem para fazê-lo. A educação mundial, quase em sua totalidade,foi formatada para as necessidade de uma era Industrial, onde os alunos são educados, para exercer atividades mecânicas e não intelectuais e humanitárias. Dentro desta realidade, a Finlândia inseriu em sua grade matérias multidisciplinares que permitem o desenvolvimento de atributos reflexivos, de criação, de sociabilidade e ainda uma grade que permite respeitar as diferenças existentes de cada aluno.

Este movimento inspirou a Escola Comunitária Cirandas, em Paraty(RJ), que está revolucionando a maneira de educar os jovens. Ela aboliu provas, matérias, séries e sinal de recreio. Os alunos são estimulados a participarem de projetos. Onde desenvolvem o conhecimento reflexivo, a criatividade, a liderança, o espírito de equipe, a sociabilidade, e acima de tudo são estimulados a se respeitarem mutuamente.

E, por mais que não haja provas e notas, os alunos são avaliados diariamente. Existe uma base interna para acompanhar os Parâmetros Curriculares Nacionais.

A escola ainda propõe a diversidade. Metade das vagas é destinada a bolsistas. “Temos filhos de banqueiros convivendo com filhos de trabalhadores domésticos. Alguns viraram melhores amigos e frequentam a casa um do outro”, diz a diretora.

Aqui está um modelo que pode ajudar a revolucionar a educação brasileira, pois precisamos de uma educação voltada a reflexão, ao desenvolvimento das potencialidades humanas e não uma educação mecanista, que mais escraviza do que liberta.

Você poderá acompanhar esta matéria na integra no site da folha de São Paulo.

Notícia da Semana – Conheça a brasileira que decidiu parar de produzir lixo

Na coluna Viver Bem, do site GAZETA DO POVO, trouxe a reportagem da Designer Cristal Muniz, 23 anos, que resolveu mudar radicalmente seu estilo de vida. Inspirada pela blogueira de Nova York Lauren Singer, do Trash is for Tossers. Ela simplesmente aboliu o uso de materiais que poluem o meio ambiente, como copos e guardanapos descartáveis, comprou um minhocário para fazer a compostagem do lixo orgânico em casa e adotou o consumo consciente. No fim do ano passado, criou o blog Um Ano Sem Lixo, onde relata os episódios da empreitada e dá dicas para quem quer mudar de hábitos.

E super legal observar que a cada dia, mais e mais pessoas, percebem a necessidade de fazer uma reciclagem em suas vidas. E este é o objetivo, sempre estar nos aprimorando, evoluindo como pessoas melhores, e colaborando, mesmo que indiretamente, com a harmonia do meio ao qual estamos inseridos.

Uma coisa é certo, se nos conscientizarmos, cada um encontrará o seu tempo certo,e seu estilo de refazer, ou melhor reinventar suas vidas.

Convidamos você a ler a reportagem que está na coluna Viver Bem, e quem sabe se inspirar e fazer uma revolução em sua vida.

Notícia da Semana – Egito fala em reconstruir uma das sete antigas maravilhas do mundo

Quem diria! O Egito está realizando um projeto para reconstruir o Farol de Alexandria, umas da sete maravilhas do mundo antigo, que foi destruído após três terremotos. Esta notícia foi publicada no site da Veja no começo de maio.

Só como curiosidade, das sete maravilhas do mundo antigo, somente a pirâmide de Quéops ainda existe.

E nós como admiradores da cultura egípcia, não poderíamos deixar de noticiar este evento maravilhoso, que com certeza irá encher nossos olhos de beleza e de todo o planeta.

Inclusive gostaríamos de relembrar que em Setembro estamos de partida para mais uma viagem fantástica pelas terras dos faraós. Se você ainda não acessou o roteiro da viagem, não perca mais tempo!

E venha fazer parte do grupo e desfrutar além das belezas do Egito, poder estar junto aos locais, onde os antigos mestres da antiguidade, Hermes e Ramatís; em outras roupagens; deixaram seus ensinamentos preciosos.

Acesso ao site da Revista Veja

Acesso ao Roteiro da Viagem ao Egito.

Notícia da Semana – Banco de remédios: sobra de um ajuda o outro

Ser empático com o sofrimentos alheio, muitas  vezes, só ocorre quando o calo aperta em nosso sapato.

Mas quase sempre, as dificuldades tem um objetivo curativo e regenerador para a alma, seja em qual segmento ela nos afete.

E em algumas pessoas  desperta a vontade de fazer trabalhos voluntários para a sociedade, tanto no sentido material como espiritual.

É o caso do Dámaso Macmillan ; de 60 anos; que reúne, classifica e redistribui remédios não mais utilizados, mas com data de validade preservada.

Vale a pena conferir o trabalho que este senhor faz em Porto Alegre – RS, e quem sabe nos inspire a participar de alguma atividade do bem.

Confira mais sobre a matéria no: – Só Notícia Boa do Portal BAND.

Notícia da Semana – Casal mineiro percorre o mundo à procura de boas ações

“Estávamos cansados de ouvir notícias ruins e acreditamos que existem muito mais pessoas do bem do que ações negativas no mundo”, afirma o casal mineiro Eduardo Xavier, 45 anos, e Iara Xavier, 33 anos, que há pouco mais de três anos vendeu tudo o que tinha, juntou economias e partiu em uma viagem de cinco anos pelo mundo em busca de bons exemplos.

“Nós acreditamos que estamos no mundo para contribuir com algo. Então, decidimos descobrir quem são as pessoas que fazem a diferença em suas cidades, compartilhando essas informações nas redes sociais para, quem sabe, motivar outras pessoas a fazer o bem também.”

Acesse o restante da matéria no Portal Terra e descubra o que eles encontraram em sua peregrinação na busca por atitudes do bem.

 

Notícia da Semana – Pessoas se unem à corrente #ajudecatarina para encontrar doador

Tudo está relacionado com a intenção que colocamos no que fazemos, que pode ser para criar ou destruir. E neste caso especificamente falamos da internet e das redes sociais.

Atualmente este recurso tecnológico desponta para os dois lados da balança, ora para destruir pessoas e sociedades, ora para ajudar e engrandecer.  Como sempre refletindo a personalidade dualística da humanidade.

Mas, hoje estamos aqui somente para falar do lado positivo da tecnologia, e de uma de suas características mais positivas: – a facilidade de divulgar ações do bem.

Gostaríamos de ressaltar a campanha que está sendo feita deste do dia 04 de abril, nas redes sociais, que ganhou destaque no jornal online “Correio Braziliense”.

Cujo tema é: corrente #ajudecatarina para encontrar um doador.

Catarina é uma menina de 6 anos, que precisa urgentemente encontrar um doador de medula óssea. Há mais de um ano esta garotinha está na fila de espera, aguardando um doador(a).

E nós não poderíamos deixar de sermos solidários, e contribuirmos com  o que temos em mãos. Divulgar através da nossa  fan-page e do canal notícia da semana,  a possibilidade de ajudar encontrar um doador para esta pequena. E ainda usar as ferramentas de tecnologia somente para o bem da sociedade.

Se você quer saber mais informações sobre esta corrente solidária, e como ajudar, acesse o jornal online Correiobraziliense

 

 

 

 

Notícia da Semana – Escola atende moradores de rua e alimenta sonhos de mudança pela educação

“Só há transformação quando existe educação. Nosso estudante chega aqui como um diamante bruto. Com bastante carinho, ele fica mais afetivo, educado e estudioso”, afirma a diretora Amelinha Araripe.


O sonho dos estudantes da Escola Meninos e Meninas do Parque, localizada no Parque da Cidade, no Distrito Federal, é o mesmo: sair das ruas. O colégio, que existe há mais de 20 anos, atende cem alunos que não têm onde morar. Além do aprendizado, jovens e adultos encontram no local carinho, paciência e motivação. A grade curricular é a mesma de outras instituições de ensino. A diferença, segundo a diretora Amelinha Araripe, é que o ritmo de aprendizado de cada um é respeitado.

Entre os alunos que já passaram pela escola está Meire Romão, 56. “Meu grande desejo é ser veterinária”, conta. Ela já concluiu o ensino fundamental na Meninos e Meninas, mas vai diariamente até o local para ajudar na limpeza. Segundo Meire, apenas a educação pode mudar a vida de uma pessoa.

“O dia mais feliz da minha vida foi quando vesti uma beca e segurei o diploma. Eu não tinha planos para o futuro, mas, hoje já estou entregando currículos. Quero juntar meu dinheiro, sair da rua e fazer um curso”. Atualmente, Meire dorme todos os dias em frente ao Hospital Regional de Brasília.

Para continuar lendo sobre esta notícia, acesse o link do UOL EDUCAÇÃO.

 

Next Page → ← Previous Page